- Publicidade -
26 C
Balneário Camboriú

Conselho Tutelar não terá atendimento na sede na próxima semana: equipe participará de capacitação

Leia também

Final de semana de lockdown em Balneário Camboriú: confira o que abre ou não na cidade

Por conta do lockdown decretado pelo Governo do Estado, apenas alguns serviços, como farmácias, supermercados, construção civil, floriculturas e...

Alvin Bauer será fechada na manhã de quarta-feira por conta de obras

O trânsito na Avenida Alvin Bauer, entre a Quarta Avenida e a Avenida do Estado será interrompido na manhã...

84mm de chuva causam alagamentos e deslizamentos em Balneário Camboriú

A Defesa Civil informou que choveu 84 milímetros nesta segunda-feira (1) em Balneário Camboriú, principalmente na parte da noite,...

A equipe do Conselho Tutelar de Balneário Camboriú participará na próxima semana (de 8 a 11) de uma capacitação para a implementação do Sistema de Informação para a Infância e Adolescência (SIPIA), e por isso não haverá atendimento presencial em sua sede, localizada na Rua 600, no centro da cidade. O SIPIA é um sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais preconizados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O presidente do Conselho Tutelar de Balneário, Maurício Rafael Moreno Coelho, explica que ele e seus colegas conselheiros tutelares vão participar da capacitação e que em função disso durante o horário do curso (de segunda, 8, a quinta-feira, 11h, das 8h às 17h) não haverá atendimento na sede. 

- Publicidade -

“Exceto as ocorrências de urgência e emergência na modalidade de plantão”, acrescenta.

Maurício aproveita para destacar a importância da implementação do sistema SIPIA, que promete garantir o pleno funcionamento do órgão e também a adequação diante da legislação vigente. “É um sistema informatizado que permite a comunicação a nível nacional, e como Balneário é uma cidade muito sazonal, recebemos muitas famílias de outras cidades e estados com o objetivo de ‘reconstruírem’ suas vidas, e muitas vezes essas famílias já têm ocorrências envolvendo o Conselho Tutelar em suas cidades de origem e podem esconder essas histórias, e ter essas informações é fundamental para termos prosseguimento no caso, por exemplo. Esse Sistema vai facilitar também o nosso trabalho quanto o arquivamento de casos, porque até então utilizávamos papel e vamos economizar neste sentido, e também poderemos acessar o SIPIA através de nossos celulares, quando estivermos em plantão ou acompanhando algum caso na delegacia, em residências, no hospital. Será uma facilidade e vai melhorar muito o nosso trabalho”, pontua.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Em dia de 98 mortes no Estado prefeitos da Amfri decidem manter aulas presenciais

Balneário tem 43 professores e 11 alunos infectados
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -