- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Metas fiscais da prefeitura apresentadas em audiências públicas

Leia também

Livro com registro inédito sobre a produção teatral em Itajaí será lançado nesta quinta

A história do teatro em Itajaí começou em 1897, no entanto, foi nas décadas de 1970 e 1980 que...

Foragido do RS é preso com arma e drogas em Balneário

Um homem de 34 anos, que estava foragido do RS por furto a caixa eletrônico, foi preso em Balneário...

Vereadores de Balneário Camboriú votarão hoje “calote” no fundo de saúde dos servidores municipais

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú votará nesta quarta-feira, 14, projeto do prefeito Fabrício Oliveira que pretende dar...

Minimercado do centro foi arrombado e furtado nessa madrugada

Um minimercado, localizado na Rua 2.000, foi arrombado e furtado na madrugada desta quarta-feira (14), em Balneário Camboriú. O...

Praça da Cultura receberá primeira empena de arte urbana da área central de Balneário Camboriú

A obra do artista Eduardo Vaso, em andamento na Praça da Cultura, ainda não está pronta, mas já vem...
- Publicidade -

O secretário municipal da Fazenda, Sílvio Ribeiro abriu a audiência pública para demonstração e avaliação do cumprimento das metas fiscais da Lei de Responsabilidade Fiscal de Balneário Camboriú, referente ao 3º quadrimestre de 2020, realizada na sexta-feira (26), através do aplicativo Zoom e transmitida pela Câmara de Vereadores.

O secretário da Fazenda Silvio Ribeiro (Foto Divulgação/PMBC)

Os dados foram apresentados pela assessora contábil do Município, Liliane Maria Novaes.

- Publicidade -

O município arrecadou R$ 1,063 bilhão em receitas em todo o ano de 2020, e efetuou despesas de R$ 1,056 bilhão, o que resultou em um superávit orçamentário de R$ 7,48 milhões.

Na área da Educação, a prefeitura tem a obrigação constitucional de aplicar 25% da receita resultante de impostos, mas conseguiu aplicar 31,84% (R$ 160,6 milhões). Na Saúde, aplicou 32,37% (R$ 162 milhões), igualmente excedendo a aplicação obrigatória, neste caso de 15%.

Fundo Municipal de Saúde

Na segunda audiência, realizada logo após, foi apresentada a prestação de contas, também do 3º quadrimestre, do Fundo Municipal de Saúde, atendendo o disposto no artigo 36 da Lei Complementar nº 141/2012.

A apresentação das informações sobre o Fundo Municipal de Saúde foi feita pelo contador do Fundo, Mateus Markoski, e pela diretora de Planejamento e Gestão da Secretaria Municipal da Saúde, Aline Bianca Angst.

- Publicidade -

O fundo recebeu um total de R$ 92,4 milhões em receitas/repasses de setembro a dezembro 2020. Desse total, 68,5% vieram do Município, 10% do Estado, e 21,5% da União.

As despesas liquidadas no período somaram R$ 93,2 milhões. Desse montante, R$ 26,8 milhões foram gastos com atenção básica em saúde; R$ 50 milhões, com assistência hospitalar e ambulatorial; R$ 1,6 milhão com vigilância sanitária; R$ 2,5 milhões com vigilância epidemiológica; e R$ 12,1 milhões foram gastos na subfunção “administração geral”, dedicada às medidas de enfrentamento à Covid-19.

Os dados apresentados serão disponibilizados no site da prefeitura, na página da Secretaria da Fazenda, Departamento Contábil-Financeiro, na parte de audiências públicas: bc.sc.gov.br/contabilidade.cfm.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -