- Publicidade -
15.8 C
Balneário Camboriú

Moradores denunciam barulho na praça Higino Pio, Guarda Municipal diz já estar ciente

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Moradores que residem no entorno da praça Higino Pio, entre as avenidas Atlântica, Alvim Bauer e Da Lagoa, procuraram o Página 3 para denunciar a baderna que tem acontecido no local todas as noites. Desde que a Guarda Municipal proibiu o uso de skate e bicicleta na Praça Tamandaré, o público parece ter ‘migrado’ para a Higino.

Uma moradora, que preferiu não ser identificada, explica que desde que foi feita a reforma da praça, do parque infantil e a criação do dog park que há local, a vizinhança não tem mais sossego. 

- Publicidade -

“Começa pelo parque infantil que não tem horário, é utilizado durante a madrugada sem nenhum cuidado com barulho, gritaria a noite toda. Além das crianças brincarem fora de horário, 2h, 3h da manhã, essa praça virou pista de skate e abrigo de moradores de rua, que fazem arruaça, acontecem brigas também. É bagunça generalizada sem ter horário pra acabar”, diz.

Alvo de reclamação dos moradores é uma praça na área central de cidade

“Isso não pode continuar”

Segundo a denunciante, há jovens que andam de skate e até jogam futebol na praça frequentemente após às 22h, o que se repetiria ‘praticamente todas as noites’. 

A Guarda Municipal e a Polícia Militar comparecem após as denúncias (que seriam feitas frequentemente), mas assim que vão embora a perturbação de sossego volta a acontecer.

“Deveria ter um guarda ou policial permanente das 22h às 6h. Está chegando em uma situação insuportável, há até moradores que estão pensando em vender seus apartamentos porque não estão conseguindo nem dormir à noite. A ideia inicial era que a praça tivesse um zelador, mas nunca aconteceu. A reforma só foi feita na parte que a Embraed assumiu, não foi feito mais nada que iria agregar o local, pelo contrário, do jeito que está só está desvalorizando. Está bem feia a coisa, isso não pode continuar”, comenta.

Comando da GM: situação foi discutida com o Planejamento

- Publicidade -

O Comandante da Guarda Municipal, Douglas Ferraz informou que na semana passada o secretário de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira Junior se reuniu com a Secretaria de Planejamento para sugerir que alterem o piso da praça Higino Pio. 

“Reconhecemos que ficou propício para skate e bicicleta, e como proibimos na Tamandaré, onde acontecia a prática direto, o público migrou para lá. Apesar de não sermos especialistas, sugerimos que alterem para um piso com recortes, com pedras ásperas, que já coibiria ou dificultaria o skate e ajudaria a situação. Há a pista da Barra Sul e a recém inaugurada da Rua 10, as praças não são locais para andarem de skate”, salienta.

Segundo Ferraz, até que a reforma seja efetivada a Guarda Municipal irá aumentar as rondas e orientações no local. Ele aproveita para pedir a colaboração dos moradores, pois apesar de eles denunciarem, eles não representam (não registram Boletim de Ocorrência) contra as pessoas envolvidas nas badernas. 

“Eles não querem representar como vítimas, e aí só podemos orientar quem está lá. Como estamos no verão e temos muita demanda, orientamos e vamos atender outras ocorrências, e então volta a perturbação. É impossível ficar um guarda durante toda a noite lá, mas mesmo que ficássemos, como na Tamandaré, talvez não adiantaria. O ideal seria a comunidade representar, porque senão o nosso trabalho fica pela metade. Não podemos tirar a pessoa do local, se ela diz que vai parar de andar de skate, mas quer continuar na praça, ‘cessando’ a perturbação, não temos mais o que fazer”, acrescenta.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,734FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,583SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×