- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Procon/BC faz cerca de 700 atendimentos presenciais/mês

Leia também

Alvin Bauer será fechada na manhã de quarta-feira por conta de obras

O trânsito na Avenida Alvin Bauer, entre a Quarta Avenida e a Avenida do Estado será interrompido na manhã...

84mm de chuva causam alagamentos e deslizamentos em Balneário Camboriú

A Defesa Civil informou que choveu 84 milímetros nesta segunda-feira (1) em Balneário Camboriú, principalmente na parte da noite,...

Chuva forte com alto volume de água alaga ruas em Balneário Camboriú

Com mais de 170mm de chuva nesta segunda-feira (1), algumas ruas começaram a ser interditadas agora a noite em...

O Fundo Municipal de Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon/BC) de Balneário Camboriú, que recebe ao público de segunda a sexta-feira das 13h às 18h, vem realizando diariamente 35 atendimentos presenciais, número que a cada mês chega em 700 – fora os contatos através de e-mail ou telefone. As principais demandas vêm sendo, segundo o diretor da entidade, Jean Carlo Lopes, as relacionadas a tarifas, como telefonia e tv à cabo. 

De acordo com Jean, os atendimentos presenciais são realizados apenas sob agendamento (Disque Procon 151, ou (47) 3367.0619, 3366.6144 e 3268.6707). 

- Publicidade -

“As demandas ultimamente vêm sendo principalmente as relacionadas a tarifas, como TV e telefonia. As pessoas estão muito interessadas, por conta da pandemia, em diminuir seus gastos”, explica. O Procon/BC também atende ao público através de ligações e e-mail (procon@bc.sc.gov.br).

O diretor salienta que, apesar de produtos seguirem com um custo mais elevado nos mercados – como a carne (que segue com o preço alto), e há alguns meses o óleo de cozinha, leite e ovos, as poucas reclamações que chegam são ‘pontuais’. 

“São casos muito esporádicos, isolados, mas verificamos todas as denúncias e questionamentos. Vale lembrar que não existe tabelamento [controle de preços]”, diz.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Livro mostra a participação do Brasil no golpe chileno

Em setembro de 2013, o jornalista Roberto Simon embarcou em direção ao Chile para acompanhar os eventos ligados aos...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -