- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Público ignora a pandemia e fiscalização enfrenta dificuldades em Balneário Camboriú

- publicidade -

Leia também

Alterações no trânsito no entorno da obra do Elevado da Quarta

Prefeitura informando que haverá alterações no trânsito por causa das obras do Elevado da Quarta Avenida, nesta quarta (20)...

Projeto ‘Viva Verão’ cancelado na praia central de Balneário Camboriú

Campeonatos de futebol de areia também O projeto ‘Viva Verão’, uma das principais atrações da Praia Central nos meses de...

Funcionalismo municipal pagará 14% de Previdência

Os vereadores de Balneário Camboriú aprovaram nesta quinta-feira, 14, em sessão extraordinária, o aumento da contribuição previdenciária dos servidores...

Mesmo com a pandemia de Covid-19 no auge, Balneário Camboriú esteve lotada neste final de ano, com festas, praia cheia e boa parte do público ignorando o vírus, sem usar máscara e aglomerando.

Virou até notícia nacional, com a vinda do jogador de futebol Neymar, que visitou a região nos últimos dias do ano.

- Publicidade -

As equipes da fiscalização e Vigilância Sanitária enfrentaram problemas na hora de exercerem seu trabalho, com resistência do público e poucas ocorrências atendidas. Para essa semana está previsto o chamamento de novos fiscais (cerca de 50).

Aglomeração e falta de educação

Mesmo sem a queima de fogos e com a proibição de instalação de tendas, centenas de pessoas se aglomeraram na areia da praia central, principalmente entre a Rua 2.000 e a Avenida Central, com o já ‘tradicional’ lixo deixado para trás. Festas também aconteceram, com venda de ingressos e sistema open bar e open food.

- Publicidade -

Intolerância e dificuldades

Segundo informações divulgadas pela Comunicação da prefeitura, na noite de 31 de dezembro, a Vigilância Sanitária visitou dois estabelecimentos após denúncias, mas que não foram encontradas irregularidades. Já havia sido citado em outras situações que o órgão só pode multar se há flagrante. Na madrugada de 1º de janeiro, a operação acompanhou o encerramento de uma festa na Praia do Estaleiro, o local já havia recebido uma intimação preventiva, foi orientado quanto ao cumprimento das normas vigentes, e restrição de horário, conforme alvará.

A assessoria informou que, neste caso, a festa foi encerrada por volta de 2h, pois era o horário que o alvará (de bar e restaurante) do local permitia o funcionamento. A imprensa questionou festas em residências que ocorreram na região das praias, e a prefeitura ressaltou que a situação é ‘um pouco mais complicada’, e que o que poderiam fazer é orientar a dispersão e encerrar o evento. Em nota, foi destacada a importância do acompanhamento de policiais e/ou guardas junto dos fiscais, e que teria acontecido episódios em que a Fiscalização, sozinha, teria sido hostilizada em estabelecimentos, mostrando que o público está cada vez mais intolerante com as normas de prevenção ao Covid.

A fiscalização de posturas realizou cerca de 20 orientações em atendimento a denúncias. Um estabelecimento foi notificado a se adequar e nenhum local foi interditado. A fiscalização segue na noite de hoje, percorrendo estabelecimentos comerciais.

Orientação x resistência

A prefeitura salientou ainda que a Fiscalização não tem poder para ‘forçar’ a população a não aglomerar, podendo apenas orientar, mas que órgãos de segurança, como a Polícia Militar, pode atuar através de medida cautelar, podendo ainda multar se a Justiça autorizar. A Guarda Municipal chegou a utilizar munições não-letais para dispersar aglomerações na cidade – na praia central principalmente, pois houve resistência por parte do público em acatar o pedido dos GMs para que evitassem aglomerar. A Comunicação salientou que esse tipo de abordagem é feito somente quando há resistência e que primeiramente os fiscais e órgãos de segurança focam em orientar a população.

A Guarda Municipal também realizou, segundo a prefeitura, ‘centenas’ de orientações na faixa de areia referente a proibição do uso de narguilé e caixa de som – conforme dita o decreto municipal. Entre a noite de sexta-feira até a manhã de domingo (3), foram apreendidas 22 caixas de som, dois narguilés e uma caixa de foguetes com estampido.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Balneário Camboriú prossegue em situação gravíssima para Covid-19

O Estado divulgou nesta quarta-feira a atualização da Matriz de Risco para Covid-19, com Balneário Camboriú e as demais...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -