- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Vereador quer mudar o Plano Diretor na parte de hotelaria sem cumprir exigências legais

Leia também

Dia da Mulher: data alerta para o aumento dos casos de violência doméstica em Balneário Camboriú

Por Renata Rutes O Dia Internacional da Mulher foi oficializado pela Organização das Nações Unidas na década de 70, para...

Brasil supera dez mil mortes por covid-19 em uma semana, recorde da pandemia

Mais de dez mil pessoas morreram no Brasil em decorrência da covid-19 nos últimos sete dias, maior registro em...

O Vereador Roberto Souza Jr., que não se reelegeu, apresentou projeto que muda o Plano Diretor, de maneira ilegal, para permitir a construção de hotéis, hotéis-residência, hotéis boutiques, apart-hotéis, hotéis de lazer, motéis, albergues de turismo, pousadas e casas de excursão, em terrenos a partir de 300 m2.

A proposta, que beira a insanidade urbanística, contraria frontalmente o Plano Diretor que hoje exige terrenos com no mínimo 2.000 m2, o que também já é considerado um exagero porque praticamente inviabiliza a construção de novos empreendimentos.

- Publicidade -

É ilegal alterar o Plano Diretor sem discussão com a comunidade na forma de audiências públicas específicas e em todos os bairros.

A atual legislação para novos meios de hospedagem é sabidamente ruim, mas em 300 m2, como propõe o vereador Roberto, não é possível edificar um hotel ou mesmo um albergue de qualidade, com espaço para estacionamento e carga e descarga, inclusive de ônibus de turismo.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Crise federativa faz STF decidir em favor dos Estados

Na última sexta-feira, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), gravou um vídeo para agradecer à ministra Rosa Weber,...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -