- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Fotógrafa apresenta exposição em comemoração ao Dia da Mulher, na Praia Brava

Leia também

Livro com registro inédito sobre a produção teatral em Itajaí será lançado nesta quinta

A história do teatro em Itajaí começou em 1897, no entanto, foi nas décadas de 1970 e 1980 que...

Foragido do RS é preso com arma e drogas em Balneário

Um homem de 34 anos, que estava foragido do RS por furto a caixa eletrônico, foi preso em Balneário...

Vereadores de Balneário Camboriú votarão hoje “calote” no fundo de saúde dos servidores municipais

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú votará nesta quarta-feira, 14, projeto do prefeito Fabrício Oliveira que pretende dar...

Minimercado do centro foi arrombado e furtado nessa madrugada

Um minimercado, localizado na Rua 2.000, foi arrombado e furtado na madrugada desta quarta-feira (14), em Balneário Camboriú. O...

Praça da Cultura receberá primeira empena de arte urbana da área central de Balneário Camboriú

A obra do artista Eduardo Vaso, em andamento na Praça da Cultura, ainda não está pronta, mas já vem...
- Publicidade -

A fotógrafa Ligiane Finardi Meyer (Ligi) apresenta sua exposição ‘Mulheres do Mundo’, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a partir de segunda-feira (1º), no jardim da Casa da Santacosta, na Praia Brava de Itajaí. A entrada é gratuita e aberta ao público, com uso de máscara e respeito ao distanciamento social. A exposição segue até 8 de março.

A fotógrafa Ligiane

Ligi é autodidata, uma fotógrafa por vocação e com um trabalho que lhe exige muitas viagens, mas sempre sobra um bom tempo para registrar momentos, lugares lindos, com a opção de contar histórias, culturas e tradições através de seu olhar apurado.

- Publicidade -

Ela prefere e tem um maior acervo de fotos sobre a natureza, seja pela região, como na praia de Cabeçudas, em Itajaí, onde ela reside, ou pelas suas andanças mundo afora. 

“Eu também gosto de registrar rostos locais, tradições, culturas distintas e já o fiz de algumas mulheres. Cada foto escolhida tem por trás, uma história minha, da fotografada, do lugar onde foi feita e também do estado emocional no momento do ‘click’ (mesmo que em um flagrante!). Elas despertam em mim algum tipo de sentimento individual e que remete no final, ao que toda mulher sente: alegria, cansaço, tristeza, inocência, delicadeza, força. Do Japão ao Amazonas, a maioria das mulheres é assim, um mix intenso de sentimentos e várias histórias para contar”, diz Ligi.

Parte desse contexto o público poderá conferir de 1º a 8 de março, através de 25 fotografias. A Casa da Santacosta fica na Rua Delfim Mário de Pádua Peixoto, 163, na Praia Brava.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -