- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú

Famílias mais pobres foram as mais impactadas por inflação, diz BC

- publicidade -

Leia também

Aumento de focos e casos de dengue na região preocupa

População precisa ajudar a conter infestação do Aedes aegypti

Em 2019 Paulo Gustavo apareceu de surpresa em cinema de Balneário Camboriú

Relembre a nota da colunista social, Sonia Tetto, de 02/01/2020. "O ator Paulo Gustavo “invadiu” uma sala de cinema do...

Atleta e técnico de Balneário convocados para semana de treinos em SP com vistas aos Jogos Paralímpicos

A atleta Suelen Marcheski de Oliveira e seu treinador Caike Jacob Rovigo foram selecionados para participar do camping seletivo...

Professora do colégio Maria da Glória, agredida por mãe de aluna em 2019, será indenizada

Uma professora de Química, que foi agredida pela mãe de uma aluna na saída da Escola de Educação Básica...

Câmara delibera sobre um projeto e duas medidas provisórias nesta quarta

Na pauta da sessão legislativa desta quarta-feira (5), o projeto 76/2020, de autoria do Poder Executivo, que desafeta do...
- Publicidade -

Por Eduardo Rodrigues

As famílias mais pobres que gastam a maior parte de seus orçamentos domésticos com alimentação foram as mais afetadas pela inflação em 2020, de acordo com o Banco Central. Já as classes mais ricas, que têm despesas maiores com serviços, foram menos afetadas pela alta de preços nos últimos meses. O BC antecipou para esta quinta-feira, 12, a publicação de três boxes do Boletim Regional. O documento completo será divulgado na sexta-feira, 13, pela autoridade monetária.

- Publicidade -

“A pandemia da Covid-19 tem influenciado a inflação e os preços relativos no Brasil desde março. Por um lado, distanciamento social, aumento do desemprego e retração da atividade deprimiram os preços de diversos serviços. Por outro, a depreciação cambial, os programas de transferência de renda e o aumento dos gastos com alimentação no domicílio pressionaram os preços dos alimentos”, destacou o BC, em um boxe sobre a inflação por faixa de renda familiar em 2020.

De acordo com a autoridade monetária, a inflação deste ano tem tido relação inversa com o nível de renda, afetando sobretudo as famílias que recebem de 1 a 3 salários mínimos por mês. Ainda assim, o BC destaca que a inflação para esse segmento da população ainda é baixa, de 2,29% no acumulado do ano.

“Adicionalmente, a análise evidencia inflação de alimentos mais elevada no Norte e no Nordeste, inclusive para a faixa de renda mais baixa, o que sugere algum efeito do auxílio emergencial a pessoas em situação de vulnerabilidade, mais significativo nessas regiões, sobre a demanda desses produtos”, completou documento.

Por outro lado, a inflação de serviços das classes mais ricas, sobretudo no Sul e Sudeste, tem sido menor devido ao maior peso de passagens aéreas, transportes por aplicativos e hospedagem no consumo dessas famílias. Como são segmentos ainda bastante afetados pelo distanciamento social, não têm tido aumentos nos preços praticados pelas empresas.

- Publicidade -

Para as famílias mais pobres, os itens que mais impactaram a inflação foram cereais, leguminosas e oleaginosas, leites e derivados e carnes. Já para as famílias mais ricas, a inflação ocorreu principalmente em automóvel novo, plano de saúde e alimentação fora do domicílio.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,696FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,592SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Em 2019 Paulo Gustavo apareceu de surpresa em cinema de Balneário Camboriú

Relembre a nota da colunista social, Sonia Tetto, de 02/01/2020. "O ator Paulo Gustavo “invadiu” uma sala de cinema do Balneário Shopping, em Santa Catarina,...

Atleta e técnico de Balneário convocados para semana de treinos em SP com vistas aos Jogos Paralímpicos

A atleta Suelen Marcheski de Oliveira e seu treinador Caike Jacob Rovigo foram selecionados para participar do camping seletivo para os Jogos Paralímpicos de...

Professora do colégio Maria da Glória, agredida por mãe de aluna em 2019, será indenizada

Uma professora de Química, que foi agredida pela mãe de uma aluna na saída da Escola de Educação Básica Professora Maria da Glória Pereira,...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×