- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú

Em Porto Belo, Bombinhas e Itapema os prefeitos campeões de votos da Amfri

Leia também

Antônio Furlan é eleito prefeito de Macapá com 55,7% dos votos

Dos 17 candidatos a prefeito que tiveram o apoio de Bolsonaro, 13 perderam as disputas. Por Amanda Pupo O médico...

Ibope/Macapá: Dr. Furlan (Cidadania) tem 54% dos votos válidos e Josiel (DEM) 46%

Por Nicholas Shores Pesquisa do Ibope sobre intenções de voto na eleição à prefeitura de Macapá (AP) mostra o...

Macapá terá 2º turno nas eleições entre Josiel Alcolumbre e Furlan

A eleição para a prefeitura de Macapá será decidida no segundo turno entre os candidatos Josiel Alcolumbre (DEM)...

O prefeito de Porto Belo, Emerson Stein, foi reeleito de forma consagradora ao obter 83,24% dos votos, contra 16,76% obtidos por seu adversário Romário da Farmácia.

Stein tem uma carreira política consistente, foi vereador e agora chegou pela segunda vez seguida à prefeitura.

- Publicidade -

Na cidade ao lado, Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Muller, o Paulinho também estourou as urnas com 73,53% dos votos.

Ele e sua parceira Paulinha, a deputada estadual Ana Paula da Silva, governam Bombinhas desde 2013 e parece terem colocado aquela cidade num rumo mais adequado do que os antecessores.

A terceira campeã de votos na região é de Itapema, a atual prefeita Nilza Nilda Simas que se reelegeu cravando 63,74% mesmo enfrentando outros três adversários.

Nilza é enfermeira, foi vereadora, chegou a prefeita e agora conquistou a reeleição.

- Publicidade -

Veja a lista dos prefeitos da Amfri e seis percentuais de votos

Porto Belo – Emerson Stein – 83,24%

Bombinhas – Paulinho – 73,53%

Itapema – Nilza – 63,74%

Ilhota – Dida – 60,65%

Luiz Alves – Marcos Pedro – 57,84%

Camboriú – Dr. Élcio – 55,46%

Balneário Camboriú – Fabrício – 53,39%

Itajaí – Volnei – 47,98%

Balneário Piçarras – Tiago Baltt – 47,74%

Penha – Aquiles – 44,60%

Navegantes – Liba do Top Haus – 30,89%

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Santa Catarina fechará as atividades não essenciais no final de semana

Pressionado pelo caos, o governador fez o que prefeitos, acovardados e irresponsáveis, se recusaram a fazer. Veja a lista do que pode funcionar.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -