- Publicidade -
10.7 C
Balneário Camboriú

Atlético-MG empata com Bahia e perde chance crucial na reta final do Brasileirão

- publicidade -

Leia também

A briga pela liderança do Campeonato Brasileiro continua quente e, a apenas duas rodadas do fim, ainda é difícil cravar quem será o campeão desta temporada. O Atlético-MG perdeu a chance de se aproximar mais da liderança ao empatar com o Bahia por 1 a 1, neste sábado, no Mineirão, em partida válida pela 36ª rodada.

O empate deixa o Atlético-MG em terceiro lugar, com 62 pontos, três a menos que o vice-líder Flamengo e quatro a menos que o primeiro colocado, o Internacional. Os detentores das primeiras posições ainda jogam neste domingo, portanto é possível que essa vantagem aumente.

- Continue lendo após a publicidade -

O placar também deixa o Atlético vulnerável em relação aos resultados do São Paulo, que, em 4º lugar, está atrás com diferença de três pontos, mas ainda com dois jogos a menos. No outro extremo da tabela, o Bahia ficou em 16º, com 38 pontos, a apenas um ponto da zona de rebaixamento.

A partida no Mineirão começou com uma jogada de perigo do Bahia nos primeiros instantes, com Rossi quase balançando as redes, para iniciar já com a vantagem. Nos minutos seguintes, a equipe baiana continuava a dar sustos no time comandado pelo técnico Jorge Sampaoli e, aos 11 minutos, ao sair para o contra-ataque, Gabriel Novaes lançou diretamente para o goleiro Everson. Rodriguinho não desperdiçou o rebote mas foi parado por Réver.

A reação do Atlético veio aos 19, quando Arana cruzou certeiro para Eduardo Sasha. O atacante aproveitou para abrir o placar no Mineirão. Ainda assim, a equipe mineira continuava com dificuldades para penetrar a defesa do Bahia e o jogo seguia sem grandes perigos para nenhum dos lados. Aos 41, Rodriguinho pegou novamente sobra de bola para tentar o empate, chutando cruzado, mas Everson defendeu.

- Continue lendo após a publicidade -

No retorno do intervalo, chegou o gol do Bahia. O atacante Rossi, desta vez, não perdeu a oportunidade nos primeiros momentos da etapa e, ao sair com uma jogada de velocidade, chegou de cara para o gol, marcando logo aos 2 minutos do segundo tempo. A equipe mineira, nos minutos seguintes, chegou forte para tentar retomar a vantagem, com lance de Arana, que chutou e, por pouco, não atingiu o gol adversário.

O Bahia continuou atacando e pressionando, com lance de Elton, logo que entrou em campo. O volante deu forte chute de fora da área e acertou o travessão. O cruzamento de Hyoran passou próximo ao gol, esbarrando na trave e seguiu para fora, aos 26. A urgência do Atlético continuava e, no minuto seguinte, com outro cruzamento direto para a área da equipe baiana, Marrony cabeceou e só não fez o gol por uma bela defesa de Mateus Claus, que salvou o Bahia.

A partida continuava disputada e em ritmo quente, quando aos 33, Gabriel Novaes conseguiu furar a defesa para chegar à área e chutar cruzado, dando trabalho para o goleiro Everson. O Atlético seguia pressionando e recebendo a mesma pressão por parte do Bahia, que tentava sair sempre no contra-ataque. Ambas equipes seguiram desperdiçando boas chances e com muitos erros de passes e não tiveram capacidade de virar o resultado.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 1 x 1 BAHIA

ATLÉTICO-MG – Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Nathan (Franco) e Hyoran (Vargas); Savarino, Eduardo Sasha e Marrony (Sávio). Técnico: Jorge Sampaoli.

BAHIA – Mateus Claus; Nino Paraíba, Ernando (Juninho), Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Gregore, Ronaldo e Patrick de Lucca (Elton); Rossi (Luiz Felipe, depois Juninho Capixaba), Rodriguinho e Gabriel Novaes (Marcelo Ryan). Técnico: Dado Cavalcanti

GOLS – Eduardo Sasha, aos 19 minutos do primeiro tempo. Rossi, aos 2 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Sávio (Atlético-MG) e Ronaldo (Bahia).

ÁRBITRO – Raphael Claus (SP).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

- Publicidade -
- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -