- Publicidade -
26 C
Balneário Camboriú

Bahia bate Athletico-PR, quebra sequência negativa e deixa degola do Brasileirão

Leia também

Inter cede empate no fim ao Pelotas e deixa escapar a segunda vitória no Gaúcho

O Internacional perdeu a oportunidade de conseguir o segundo triunfo no Campeonato Gaúcho ao ceder o empate ao Pelotas,...

CBF define cotas e pode pagar até R$ 73,65 mi ao campeão da Copa do Brasil 2021

A CBF definiu as premiações da edição 2021 da Copa do Brasil e divulgou que o campeão da próxima...

STJD rejeita pedido do Vasco para impugnar jogo com o Inter; clube vai recorrer

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indeferiu nesta quinta-feira o pedido do Vasco para anular o jogo contra...

O Bahia quebrou uma sequência de nove jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro. O time tricolor derrotou o Athletico-PR por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Fonte Nova, pela 31.ª rodada. De quebra, deixou a zona de rebaixamento, empurrando o Fortaleza para a degola.

O time não vencia desde 16 de novembro, quando bateu o Coritiba, fora de casa, por 2 a 1. Com o triunfo, chegou aos 32 pontos, deixando a zona de rebaixamento. O Athletico, por outro lado, ficou no meio da tabela, estacionado com 39.

- Publicidade -

Sem vencer há mais de dois meses, o Bahia apostou na linha alta para tentar surpreender o rival logo de cara. Nino Paraíba apareceu nas costas de Khellven, pela direita, invadiu a área e chutou para defesa do goleiro Santos. Esta, inclusive, foi a principal chance da equipe durante os 45 minutos iniciais. Após o susto, esbarrou na marcação adversária e ficou nos lampejos do lateral e do zagueiro Ernando, que, de cabeça, também parou no camisa 1.

Do outro lado, o Athletico também não foi um time inspirado. Paulo Autuori surpreendeu ao lançar Jadson como titular, mas o time foi aquém na criação. O time paranaense tentou em chutes de fora da área, mas longe do alvo. Único arremate a gol foi com Vitinho, porém, fraco, nas mãos de Douglas.

O panorama do segundo tempo não foi muito diferente. O jogo continuou lento, com poucas oportunidades de gol. No entanto, o Bahia foi mais eficaz e acabou abrindo o placar aos 19 minutos. Rossi, que acabara de entrar, partiu em velocidade e cruzou rasteiro para Thiago Andrade. O atacante chegou no carrinho para fazer 1 a 0.

Após o gol, o Bahia recuou e começou a trocar passes no meio de campo, sob a batuta de Rodriguinho, responsável por ditar o ritmo do jogo. Já o Athletico se atirou ao ataque, Paulo Autuori colocou Walter e Bissoli, mas o adversário se defendeu com praticamente todos os jogadores próximos da área.

- Publicidade -

A equipe paranaense esboçou uma pressão no fim, mas sequer conseguiu ameaçar o goleiro Douglas, melhor para o Bahia que quebrou uma sequência negativa e respirou na luta contra a degola.

Na próxima rodada, o Athletico enfrenta o Flamengo no domingo, às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba. No mesmo dia, às 18h15, o Bahia visita o Sport na Ilha do Retiro, no Recife.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 0 ATHLETICO

BAHIA – Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Ramon (Ronaldo) e Fessin (Rossi); Juan Ramírez (Edson), Gabriel Novaes (Rodriguinho) e Thiago Andrade (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti.

ATHLETICO-PR – Santos; Jonathan (Zé Ivaldo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Khellven; Alvarado (Bruno Leite), Christian e Jadson; Vitinho (Reinaldo), Renato Kayzer (Bissoli) e Carlos Eduardo (Walter). Técnico: Paulo Autuori.

GOL – Thiago Andrade, aos 19 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Luiz Flavio de Oliveira (SP)

CARTÃO AMARELO – Ramon (Bahia)

LOCAL – Fonte Nova, em Salvador (BA).


Att.
Kim Belluco | Editor geral

www.futebolinterior.com.br O Maior Portal De Futebol Do Brasil
kim@futebolinterior.com.br
(19) 98254-8835

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Prefeitura de Balneário Camboriú volta atrás e vai vacinar 80+ no sábado

Ao contrário do que seria lógico, não haverá drive-thru, como aconteceu no último final de semana.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -