- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Chapecoense marca nos acréscimos, vence a Ponte e retoma a liderança da Série B

- publicidade -

Leia também

Vacinação contra Influenza inicia nesta terça para idosos 70+

A Secretaria da Saúde inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza para idosos,...

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas,...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua...

Psicóloga aborda “Maternidade ideal versus possível” em livro sobre Primeira Infância

A maternidade envolve uma série de aprendizados práticos como trocar fraldas, entender a pega correta da amamentação, aplicar técnicas...
- Publicidade -

Um gol de pênalti marcado por Perotti nos acréscimos do segundo tempo recolocou a Chapecoense na liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta quinta-feira, no encerramento da 36.ª rodada, o time catarinense venceu a Ponte Preta, por 1 a 0, na Arena Condá.

Invicta há três jogos, a Chapecoense contou com mais um tropeço do América-MG para assumir a liderança faltando duas rodadas para o fim do campeonato. O time catarinense tem 70 pontos contra 69 dos mineiros.

- Publicidade -

Já a Ponte Preta, apesar de ainda ter chances matemáticas, deve apenas cumprir tabela nessa reta final. Na oitava colocação, o time paulista tem 51 pontos, a cinco do G4 zona de acesso. Se CSA ou Juventude vencerem nesta sexta-feira, pela 37.ª rodada, o sonho do time alvinegro de subir será encerrado.

Diante da necessidade da vitória, a Ponte começou em cima da Chapecoense e quase abriu o placar em falta cobrada por Camilo. A bola passou raspando o travessão. O time catarinense aos poucos foi equilibrando as ações e a pressão se intensificou aos 40, quando Luan Dias recebeu o segundo amarelo.

Com um a mais, a Chapecoense quase abriu o placar em um lance incrível. Aylon bateu rasteiro e acertou a trave. No rebote, Anselmo Ramon pegou de primeira e Ygor Vinhas fez uma defesa sensacional com as pernas. A bola dessa vez bateu no travessão.

Como já era esperado, a Chapecoense voltou do intervalo pressionando, principalmente nas bolas aéreas. E foi assim que Aylon, Willian Oliveira e Perotti estiveram próximos de marcar. A resposta da Ponte Preta veio em cabeceio de Tiago Orobó pela linha de fundo.

- Publicidade -

Nos minutos finais do segundo tempo, Paulinho Moccelin foi puxado por Orobó e sofreu uma lesão no tornozelo, precisando deixar o gramado de ambulância. Como Umberto Louzer já havia feito as três paralisações, a Chapecoense ficou com dez jogadores.

O duelo ficou aberto. No contra-ataque, Moisés tocou para Guilherme Pato, que dominou e bateu para defesa de João Ricardo. E o castigo veio aos 47 minutos. Roberto foi derrubado por Apodi dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Perotti deslocou Ygor Vinhas e devolveu a Chapecoense para a liderança.

A Chapecoense volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Operário-PR, às 17 horas, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa. No domingo, a Ponte Preta recebe o CRB, às 18h15, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos serão válidos pela penúltima rodada.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 X 0 PONTE PRETA

CHAPECOENSE – João Ricardo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Luiz Otávio e Alan Ruschel (Roberto); Willian Oliveira, Ronei (Perotti) e Denner (Bruno Silva); Paulinho Moccelin, Mike (Aylon) e Anselmo Ramon (Foguinho). Técnico: Umberto Louzer.

PONTE PRETA – Ygor Vinhas; Apodi, Luizão (Ruan Renato), Wellington Carvalho e Yuri; Dawhan (Neto Moura), Vinícius Zanocelo, Camilo (Guilherme Pato) e Luan Dias; Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Tiago Orobó depois Moisés).

GOL – Perotti, aos 50 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo Batista Raposo (DF).

CARTÕES AMARELOS – Alan Ruschel, Paulinho Moccelin e Willian Oliveira (Chapecoense); Luan Dias, Ruan Renato, Bruno Rodrigues, Wellington Carvalho, Tiago Orobó e Dawhan (Ponte Preta).

CARTÃO VERMELHO – Luan Dias (Ponte Preta).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,714FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas, na Casa da Mulher, que...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou Administração e Contábeis, mas não...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×