- Publicidade -
15.6 C
Balneário Camboriú

Corinthians volta a jogar mal e perde do Bahia na Fonte Nova

- publicidade -

Leia também

Vereador Achutti sugere vigilância armada nas escolas, Castanheira defende direito de defesa com uso de armas

Após a tragédia ocorrida em Saudades, no Oeste catarinense, nesta semana, o vereador Marcelo Achutti sugeriu que as escolas...

Vereadores aprovam medidas que somam quase R$ 10 mi para o Fundo Municipal de Saúde

A Câmara de Vereadores aprovou, na sessão ordinária desta quarta-feira (5), duas medidas provisórias, do Executivo, que abrem créditos...

Vilton Santos lança vídeopoema em homenagem às mulheres no Dia das Mães

O empresário e poeta Vilton Santos lança nesta sexta-feira (7), às 19h, o vídeopoema ‘Lugar de Mulher’, uma homenagem...

Cinemas estão abertos: confira a programação em Balneário e Itajaí

O cinema do Balneário Shopping reabriu, assim como os de Itajaí (Itajaí Shopping e Brava Mall). Nesta semana há...

Projeto Praia Limpa encerra neste sábado, com ação na Brava

A última etapa do projeto Praia Limpa, que começou em janeiro com ações de limpeza e conscientização ambiental em...
- Publicidade -

O Corinthians perdeu mesmo o encanto. Nesta quinta-feira, voltou a perder, desta vez por 2 a 1 para o Bahia, na Fonte Nova, em jogo da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a segunda derrota seguida e a terceira nos últimos quatro jogos. A equipe parou nos 45 pontos, em 10º lugar, e fica mais distante da vaga na Copa Libertadores. O Bahia, com 35, deixou a zona do rebaixamento.

Pior que o Corinthians só a atuação do juiz Ricardo Marques Ribeiro. Inseguro, deixou várias marcações a cargo do VAR, irritou os jogadores dos dois times e não evitou discussões e muita confusão.

- Publicidade -

O jogo começou tão fraco que o primeiro momento de alguma importância foi o cartão amarelo dado a Jô por largar o braço no rosto de Mateus Bahia, em uma disputa de bola. Isso ocorreu aos 10 minutos. O lance parece ter “ligado” o Corinthians, que passou a ficar mais com a bola e a procurar o campo de ataque.

No entanto, a partida continuava truncada, com muitas faltas, erros de passe e jogadas incompletas. A primeira vez que uma equipe conseguiu completar uma jogada foi aos 20 minutos. E por pouco não saiu o gol do Corinthians. Cantillo lançou, Jô ganhou no alto da zaga e tocou para Gustavo Mosquito bater cruzado, rasteiro, rente ao gol de Douglas.

O Corinthians dominava, chegou com Gabriel e Fagner, mas os cruzamentos não encontraram ninguém para finalizar. Do outro lado, Cássio, que completou 500 partidas pelo time nesta quinta, quase não tocava na bola.

Aos 28, Jô recebeu de Araos na área, mas o goleiro Douglas conseguiu desviar o chute para escanteio. Aí, Cássio tocou na bola, em uma saída de bola após cobrança de falta. E foi mal. Rebateu fraco, para a entrada da área, Ronaldo pegou o rebote e chutou na direção de Gilberto, que completou de cabeça.

- Publicidade -

Foi a primeira conclusão do Bahia, aos 30 minutos, e o gol foi confirmado pelo VAR – que, aliás, interferiu várias vezes no jogo e confirmou a anulação de um gol de Araos, aos 38 minutos, por impedimento do chileno.

Foi o Bahia que marcou o segundo, aos 48. Um golaço de Ramírez. Um erro do Bruno Méndez no campo ofensivo permitiu o contra-ataque baiano. O colombiano foi lançando, driblou Gil e Fábio Santos e tocou por baixo de Cássio.

No início do segundo tempo, Cássio evitou o terceiro gol ao fazer grande defesa em chute a queima-roupa de Thiago Andrade. Logo depois, o Corinthians reclamou de um toque de mão de Gregore na área, mas após paralisação e muita confusão, o VAR considerou que o volante estava com o braço colado ao corpo.

O jogo ficou ainda mais amarrado, com jogadores caindo no campo a toda hora e pouco tempo efetivo de bola rolando, o que era ruim para o Corinthians. Gabriel teve boa chance aos 18, mas Douglas desviou o chute de fora da área.

O Corinthians se lançou à frente e diminuiu aos 25. Gabriel Pereira fez ótima jogada e rolou para Gabriel penetrar e marcar.

Depois disso o Corinthians martelou em busca do empate, tomou alguns sustos em contra-ataques do Bahia, criou até chances, mas não conseguiu evitar a derrota.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 2 x 1 CORINTHIANS

BAHIA – Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca (Juninho) e Matheus Bahia (Capixaba); Gregore, Ronaldo e Ramírez (Ramon); Rossi (João Pedro), Gilberto (Alesson) e Thiago Andrade. Técnico: Dado Cavalcanti.

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Gil, Bruno Méndez e Fábio Santos (Raul); Gabriel, Cantillo (Camacho), Araos (Cafu), Mosquito (Gabriel Pereira) e M. Vital (Éderson); Jô. Técnico: Vagner Mancini.

GOLS – Gilberto, aos 30, e Ramírez, aos 48 minutos do primeiro tempo. Gabriel, aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Jô, Gregore, Ramírez, Ramon.

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (MG).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,706FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Vereadores aprovam medidas que somam quase R$ 10 mi para o Fundo Municipal de Saúde

A Câmara de Vereadores aprovou, na sessão ordinária desta quarta-feira (5), duas medidas provisórias, do Executivo, que abrem créditos extraordinários em favor do Fundo...

Vilton Santos lança vídeopoema em homenagem às mulheres no Dia das Mães

O empresário e poeta Vilton Santos lança nesta sexta-feira (7), às 19h, o vídeopoema ‘Lugar de Mulher’, uma homenagem às mulheres neste Dia das...

Cinemas estão abertos: confira a programação em Balneário e Itajaí

O cinema do Balneário Shopping reabriu, assim como os de Itajaí (Itajaí Shopping e Brava Mall). Nesta semana há estreias: o suspense Bela Vingança,...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×