- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Fluminense confirma força, bate Fortaleza, mas fecha o Brasileirão em quinto

Leia também

Livro com registro inédito sobre a produção teatral em Itajaí será lançado nesta quinta

A história do teatro em Itajaí começou em 1897, no entanto, foi nas décadas de 1970 e 1980 que...

Foragido do RS é preso com arma e drogas em Balneário

Um homem de 34 anos, que estava foragido do RS por furto a caixa eletrônico, foi preso em Balneário...

Vereadores de Balneário Camboriú votarão hoje “calote” no fundo de saúde dos servidores municipais

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú votará nesta quarta-feira, 14, projeto do prefeito Fabrício Oliveira que pretende dar...

Minimercado do centro foi arrombado e furtado nessa madrugada

Um minimercado, localizado na Rua 2.000, foi arrombado e furtado na madrugada desta quarta-feira (14), em Balneário Camboriú. O...

Praça da Cultura receberá primeira empena de arte urbana da área central de Balneário Camboriú

A obra do artista Eduardo Vaso, em andamento na Praça da Cultura, ainda não está pronta, mas já vem...
- Publicidade -

O Fluminense fez o seu papel no Maracanã e ganhou do Fortaleza, por 2 a 0. Apesar do resultado positivo, não conseguiu fechar o Brasileirão na quarta posição. A vaga direta à fase de grupos da Libertadores não veio por causa da vitória do São Paulo sobre o Flamengo. Fecha a competição em festa, contudo, pela ótima campanha e uma resposta positiva de quem iniciou sob desconfiança.

Ainda há esperança de o Fluminense não precisar passar pela fase prévia da Libertadores: o Palmeiras conquistar a Copa do Brasil, o que transformaria o G4 em G5. Para isso, vai ter de esperar até dia 7 de março.

- Publicidade -

Assim que pisaram no gramado do Maracanã, os jogadores do Fluminense viram um belo mosaico mostrando a satisfação da torcida com o desempenho no Brasileiro. #FECHADOSPELALIBERTADORES trazia a mensagem.

Já garantido na competição Sul-Americana, a meta era buscar a vitória diante dos cearenses para tentar ultrapassar o São Paulo e fechar em quarto lugar. Portanto, com vaga direta à fase de grupos.

Martinelli, que deixou a Vila Belmiro chorando uma entorse no tornozelo, se recuperou e estava entre os titulares. Na defesa, Diego Barcelos e Matheus Ferraz eram as novidades. A esperança, entretanto, estava no trio ofensivo formado por Lucca, Luiz Henrique e Fred.

Foi justamente o artilheiro e ídolo quem deu o primeiro motivo de alegria aos tricolores. Fred precisou finalizar duas vezes antes de marcar o primeiro gol no Maracanã. Cobrança de escanteio na cabeça do camisa 9, que parou em milagre do goleiro Felipe Alves. No rebote, ele não perdoou.

- Publicidade -

Com 20 minutos da rodada cheia e decisiva, o Fluminense subia para a quarta colocação, o que há algumas rodadas parecia impossível com o clube brigando apenas pela última vaga à Libertadores, então com o Corinthians, e atrás de São Paulo, Grêmio e Palmeiras.

Com vantagem em relação ao São Paulo, o Fluminense foi para o vestiário festejando. No descanso, porém, recebeu a notícia do gol de Luciano e vitória parcial dos paulistas. Voltava à quinta colocação.

Apesar da vantagem no placar, o Fluminense não foi bem nos primeiros 45 minutos. Tirando o lance de Fred, pouco ameaçou na frente e mostrou alguns problemas na defesa, sem Egídio e Nino.

Marcos Felipe salvou em lance com David cara a cara. O goleiro defendeu, espalmando para escanteio. Mesmo praticamente salvo da queda, os visitantes sonhavam com um resultado positivo na despedida do Brasileirão.

A volta para o segundo tempo foi com festa dupla. Bruno Henrique empatou no Morumbi e Matheus Ferraz aumentou para os cariocas. Mais um gol após cobrança de escanteio. Terceira mudança na classificação na luta pelo quarto lugar.

Com folga boa no placar e a marcação ajustada após o papo do vestiário, bastava administrar a vantagem para o Fluminense. E, no fim, saber o resultado do Morumbi. A equipe carioca tocou a bola de um lado para o outro, valorizou a posse e confirmou o triunfo por 2 a 0. Fez seu papel, mas não recebeu “ajuda” do rival Flamengo, que acabou perdendo o jogo, e conformou-se com o quinto lugar. Pablo foi o estraga prazeres ao garantir o triunfo dos paulistas no Morumbi.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 2 x 0 FORTALEZA

FLUMINENSE – Marcos Felipe; Calegari (Igor Julião), Matheus Ferraz, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Martinelli, Yago Felipe e Nenê (Michel Araújo); Lucca, Luiz Henrique (Caio Paulista) e Fred (John Kennedy). Técnico: Marcão.

FORTALEZA – Felipe Alves; Tinga, Wanderson, Paulão e Carlinhos; Juninho, Ronald (Luiz Henrique), Derley (Pablo) e Romarinho (Igor Torres); David (João Paulo) e Osvaldo (Wellington Paulista). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS – Fred, aos 20 minutos do primeiro tempo; Matheus Ferraz, aos 15 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

LOCAL – Maracanã, no Rio (RJ).

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -