- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú

Goiás vence em casa, segue vivo e complica Atlético-MG na briga pelo título

- publicidade -

Leia também

Dia das Mães: o quanto e como a pandemia está interferindo na maternidade?

Por Renata Rutes Mais de um ano se passou e esse é o segundo Dia das Mães em tempos de...

Dia das Mães: comércio com boas expectativas, vendas devem aquecer nesta sexta e sábado

Data é uma das melhores para o varejo, e deve ser mais movimentada do que 2020 O Dia das Mães...

Emasa e técnicos avaliam contratação do programa ‘Estuário do Rio Camboriú 2030’ que custará R$ 1,5mi

O diretor geral da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), Douglas Costa Beber participou de reunião realizada nesta...

Balneário Camboriú tem dois atletas classificados para o Pan Sub 20 em outubro no Chile

Neste sábado o número pode aumentar no Estadual de Timbó

Exposição ‘Rainhas da Cidade’ está no Balneário Shopping até dia 23

A mostra fotográfica é uma parceria do Rotary Club com o empreendimento e Hope Lingeries, e celebra mulheres que atuam em Balneário
- Publicidade -

O Goiás ganhou um respiro na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, segurou a pressão do Atlético Mineiro e praticamente encerrou as pretensões do time alvinegro de conquistar o título do Campeonato Brasileiro ao derrotá-lo por 1 a 0, no estádio da Serrinha, em duelo válido pela 34.ª rodada.

O triunfo leva o Goiás aos 35 pontos, na 18.ª colocação, a três da primeira equipe fora da zona de rebaixamento, o Sport. Já o Atlético-MG parou nos 60, na terceira posição, a cinco do líder Internacional, que ainda vai jogar nesta rodada.

- Publicidade -

A vitória do Goiás foi da resistência do seu sistema defensivo. Afinal, pressionado durante praticamente todos os 90 minutos, conseguiu frear o ímpeto do adversário e ainda marcou no único lance de perigo, aproveitando falha dos zagueiros adversários em jogada aérea.

Já o Atlético-MG, além de ter errado na defesa, pecou nas finalizações e, embora sempre presente no campo de ataque, foi um time desorganizado, o que pode ter sido influenciado pela escalação cheia de mudanças que o técnico Jorge Sampaoli fez na escalação. E ampliou o seu desempenho ruim fora de casa, com apenas 18 pontos somados em 17 jogos longe de Belo Horizonte, incluindo quatro tropeços seguidos.

O Goiás voltará a jogar no sábado, na Fonte Nova, diante do Bahia, em duelo contra o rebaixamento, às 19 horas. Já o Atlético-MG só atuará na próxima quarta-feira, às 21h30, contra o Fluminense, no Maracanã, em confronto direto na luta por uma vaga no G4.

O JOGO – Os times foram a campo com várias novidades na escalação. Enquanto o Goiás atuou com cinco mudanças, deixando Tadeu e Rafael Moura entre os suplentes, Sampaoli também surpreendeu. Jair e Guga ficaram no banco, com o treinador apostando em três zagueiros de origem. E ainda colocando Alan Franco como titular.

- Publicidade -

Mas, de início, as surpresas estavam mesmo apenas nas formações. O Atlético-MG ocupou o campo de ataque no início, trocou passes e criou chances, se aproveitando os espaços deixados pelo Goiás. Perdeu uma clara com Guilherme Arana, aos 8, teve um gol de Savarino anulado aos 10, e ainda chegou com perigo em finalização de Allan, aos 21.

Só que na primeira vez em que o Goiás chegou no ataque, marcou. Aos 27, Daniel cruzou da esquerda e Índio, de apenas 1,70m, subiu entre os zagueiros e cabeceou para as redes, marcando o seu primeiro gol entre os profissionais. A partir daí, o Atlético-MG se perdeu na partida. Teve a posse de bola, mas sem conseguir ameaçar a vantagem do time da casa no primeiro tempo.

Insatisfeito, Sampaoli promoveu duas mudanças no Atlético-MG no intervalo, com as entradas de Jair e Marrony. O time, então, ocupou o campo de ataque. Demorou a criar lances perigosos e quando o fez parou duas vezes na trave no mesmo lance, com Jair e Alan Franco, aos 10 minutos.

Sampaoli decidiu apostar em Diego Tardelli, sem atuar há 333 dias. E logo em seu primeiro lance, ajeitou de cabeça para Jair finalizar com perigo, aos 17. O meio-campista, aliás, era quem mais finalizava no Atlético-MG, encontrando espaços na retranca do Goiás ao penetrar na área. Mas errava nas conclusões, como aos 27, após ótimo passe de Hyoran.

Só que a pressão do Atlético-MG foi arrefecendo. Desorganizado, o time não conseguia criar e parava na defesa do Goiás, que conseguiu segurar a vantagem, obtendo uma importante vitória na briga contra o descenso.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 x 0 ATLÉTICO-MG

GOIÁS – Tadeu; Fábio Sanches, David Duarte e Heron; Índio (Douglas Baggio), Daniel Oliveira (Taylon), Henrique Lordelo, Miguel Figueira (Ratinho), Shaylon (Iago Mendonça) e Jefferson; Fernandão (Rafael Moura). Técnico: Glauber Ramos.

ATLÉTICO-MG – Everson; Gabriel (Jair), Réver e Junior Alonso; Allan (Nathan), Alan Franco (Mariano) e Hyoran; Savarino e Guilherme Arana; Eduardo Sasha (Marrony) e Eduardo Vargas (Diego Tardelli). Técnico: Jorge Sampaoli.

GOL – Índio, aos 27 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ).

CARTÕES AMARELOS – Allan, Índio, Mariano, Jair, Heron e Tadeu (no banco).

LOCAL – Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO).

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,708FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Dia das Mães: comércio com boas expectativas, vendas devem aquecer nesta sexta e sábado

Data é uma das melhores para o varejo, e deve ser mais movimentada do que 2020 O Dia das Mães é a segunda data mais...

Emasa e técnicos avaliam contratação do programa ‘Estuário do Rio Camboriú 2030’ que custará R$ 1,5mi

O diretor geral da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), Douglas Costa Beber participou de reunião realizada nesta semana, quando pesquisadores da Univali...

Balneário Camboriú tem dois atletas classificados para o Pan Sub 20 em outubro no Chile

Neste sábado o número pode aumentar no Estadual de Timbó
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×