- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Para superar Hamilton, Bottas foca na parte mental em treino extremo na Finlândia

Leia também

Livro com registro inédito sobre a produção teatral em Itajaí será lançado nesta quinta

A história do teatro em Itajaí começou em 1897, no entanto, foi nas décadas de 1970 e 1980 que...

Foragido do RS é preso com arma e drogas em Balneário

Um homem de 34 anos, que estava foragido do RS por furto a caixa eletrônico, foi preso em Balneário...

Vereadores de Balneário Camboriú votarão hoje “calote” no fundo de saúde dos servidores municipais

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú votará nesta quarta-feira, 14, projeto do prefeito Fabrício Oliveira que pretende dar...

Minimercado do centro foi arrombado e furtado nessa madrugada

Um minimercado, localizado na Rua 2.000, foi arrombado e furtado na madrugada desta quarta-feira (14), em Balneário Camboriú. O...

Praça da Cultura receberá primeira empena de arte urbana da área central de Balneário Camboriú

A obra do artista Eduardo Vaso, em andamento na Praça da Cultura, ainda não está pronta, mas já vem...
- Publicidade -

Desde que chegou à Mercedes, para substituir o alemão Nico Rosberg, então campeão mundial de Fórmula 1, Valtteri Bottas não conseguiu superar o inglês Lewis Hamilton na disputa pelo título de pilotos. Neste período, de 2017 a 2020, o finlandês viu seu companheiro de equipe levantar quatro título e alcançar o heptacampeonato.

Em 2021, Bottas diz estar mais preparado, já afirmou que pretende ser mais egoísta nesta temporada e endurecer o jogo para Lewis Hamilton, que busca ser o maior vencedor da história da Fórmula 1, com oito títulos mundiais, superando, assim, o alemão Michael Schumacher.

- Publicidade -

O finlandês contou ter feito uma preparação especial em seu país natal com foco no desafio mental que ele terá pela frente. Nas últimas temporadas, Bottas tem sido alvo de críticas por não conseguir rivalizar diretamente com Hamilton, que, recentemente, disse entender a dificuldade do atual vice-campeão: “Não é fácil ser meu companheiro de equipe”, disse o inglês.

Bottas, em seu período de férias, se dividiu entre Finlândia e Mônaco, alternando climas frios e quentes, superando desafios mentais, a fim de desbloquear as limitações que a própria mente lhe impõe para ultrapassar certas dificuldades. O piloto finlandês, porém, preferiu não explicar quais seriam os treinamentos mentais, mas afirmou que se precisar de ajudar procurará um profissional ou então o próprio espelho.

Tive a quantidade certa de tempo livre, depois tive outro bom bloco de treinamento físico e, desse lado das coisas, estou me sentindo muito forte. A mesma coisa mentalmente, parece que tudo está em um bom equilíbrio na minha vida, e estou gostando agora de estar aqui, ocupado com a equipe e me preparando para a temporada, e por enquanto, está tudo perfeito. Houve muito treinamento de inverno, treinamento bastante extremo também, tentando manter a atitude ‘sisu’ finlandesa”, explicou Bottas. “Sisu” é um conceito que define a personalidade finlandesa, aplicanda principalmente para superar momentos conturbados.

A temporada 2021 da categoria máxima do atuomobilismo mundial começa no dia 28 de março, no circuito de Sakhir, no Bahrein. Devido à pandemia de covid-19, o calendário sofreu ajustes. Depois de passar pelo Oriente Médio, o circo da Fórmula 1 irá para a Europa, passando primeiro por Ímola, na Itália, e Portimão, em Portugal.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -