- Publicidade -
18.6 C
Balneário Camboriú

Biden pressiona por salário mínimo de US$ 15,00 a hora nos Estados Unidos

- publicidade -

Leia também

Vacinação contra Influenza inicia nesta terça para idosos 70+

A Secretaria da Saúde inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza para idosos,...

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas,...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua...

Psicóloga aborda “Maternidade ideal versus possível” em livro sobre Primeira Infância

A maternidade envolve uma série de aprendizados práticos como trocar fraldas, entender a pega correta da amamentação, aplicar técnicas...
- Publicidade -

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o partido Democrata têm pressionado para elevar o valor do salário mínimo no País para US$ 15,00 a hora, informam agências de notícias.

A medida seria um ponto crítico do pacote de US$ 1,9 trilhão criado para servir de alívio aos efeitos econômicos provocado pela pandemia do novo coronavírus, e tem testado a capacidade do novo presidente norte-americano de superar as divisões partidárias em Washington. Se aprovada a medida, seria a primeira grande vitória legislativa de Biden.

- Publicidade -

O presidente norte-americano pediu um salário mínimo de US$ 15 por hora durante sua campanha e seguiu atrelando-o a uma medida que, entre outras coisas, pede US$ 1.400 em cheques de estímulo e US$ 130 bilhões para ajudar a reabrir as escolas. Biden argumenta que quem tem um emprego de tempo integral não deve viver na pobreza, ecoando os progressistas do Partido Democrata que estão totalmente de acordo com o esforço. “Com a divisão econômica, quero dizer, quero um salário mínimo de US$ 15,00. Na verdade, deveria ser US$ 20,00”, disse a deputada Rashida Tlaib, D-Mich.

No entanto, alguns republicanos apoiam explorar um aumento, mas estão preocupados com US$ 15,00 a hora. Eles alertam que esse aumento pode levar à perda de empregos em uma economia que tem quase 10 milhões de empregos a menos do que antes do início da pandemia. Moderados como a senadora Lisa Murkowski do Alasca e o deputado Tom Reed de Nova York estão pedindo a Biden que divida o aumento do salário mínimo nas negociações e cuide disso separadamente.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,709FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas, na Casa da Mulher, que...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou Administração e Contábeis, mas não...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×