- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú

Cinco dias após grave acidente no Rally Dakar, piloto francês morre aos 52 anos

Leia também

“É uma atitude drástica que precisava ser tomada”, diz secretária de Saúde sobre o lockdown

A secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crócomo, disse que apesar de ‘drástica’, a atitude do governo do...

Guarda Ambiental resgata cão ferido: Viva Bicho pede ajuda para o tratamento

Um cão foi resgatado pela Guarda Ambiental na quinta-feira (25), em Balneário Camboriú, e encaminhado ao abrigo da ONG...

Fogo consome caminhão em Balneário Camboriú, veja o filme

Um incêndio em um caminhão pouco antes das 6h desta sexta-feira cobriu parte da zona sul de Balneário Camboriú...

O piloto francês Pierre Cherpin, que tinha sofrido um grave acidente durante a sétima etapa da categoria motos do Rally Dakar, no último domingo, faleceu nesta sexta-feira durante o seu deslocamento de Jeddah, na Arábia Saudita, para um hospital de Lille, na França, onde iria continuar a ser tratado. A notícia foi divulgada pela organização da prova através de um comunicado oficial.

“Durante a sua transferência por avião médico de Jeddah para França, Pierre Cherpin morreu das lesões causadas pela sua queda na sétima etapa entre Ha’il e Sakaka no dia 10 de janeiro”, informou os organizadores do rali, que foi encerrado nesta sexta-feira com a chegada dos competidores a Jeddah.

- Publicidade -

De acordo com a família de Pierre Cherpin, o piloto sofreu uma febre aguda durante a viagem, “provavelmente de origem cerebral no avião que o deixou no (aeroporto de) Le Bourget”.

Esta foi a quarta participação de Pierre Cherpin, de 52 anos, no Rally Dakar, depois de competir em 2009, 2012 e 2015 integrando a categoria Original by Motul, para pilotos que corriam sem assistência.

Esta foi a primeira morte na edição deste ano depois de em 2020, na estreia do rali na Arábia Saudita, terem perdido a vida o português Paulo Gonçalves e o holandês Edwin Straver. Pierre Cherpin foi o 27.º piloto a morrer durante um Rally Dakar.

No último domingo, Pierre Cherpin tinha sofrido uma queda ao quilômetro 178 da sétima etapa e foi levado às pressas para o hospital de Sakaka. O piloto foi operado de um hematoma subdural, tendo sido diagnosticado também um pneumotórax e costelas partidas.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

MPs, TCE, DPU e DPE/SC recomendam ao Governo de SC a suspensão das atividades não essenciais por ao menos 14 dias

(Assessoria MP) A medida extrajudicial foi expedida na noite desta sexta-feira (26/2) e tem que ser respondida em 24...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -