- Publicidade -
17.4 C
Balneário Camboriú

Cinco dias após grave acidente no Rally Dakar, piloto francês morre aos 52 anos

- publicidade -

Leia também

‘Habite-se’ só através do ‘Aprova Fácil’ a partir desta quinta

Secretaria do Planejamento informando que a partir desta quinta-feira (13), os requerimentos de Habite-se protocolados na prefeitura de Balneário...

Pandemia faz turismo brasileiro acumular prejuízo de R$ 341,1 bilhões

Texto Daniela Amorim As atividades turísticas já somam um prejuízo de R$ 341,1 bilhões desde o agravamento da pandemia do...

Comandante da PM fala sobre redução nos índices de homicídios e roubos em Balneário

Nos quatro primeiros meses deste ano, Balneário Camboriú registrou uma redução de 62,5%, no número de homicídios e 68%...

Site da Epagri/Ciram apresenta a mais completa ferramenta de previsão de geada do Brasil

Santa Catarina conta com a mais completa previsão de geada do Brasil. A Epagri/Ciram aprimorou a ferramenta em seu...

Na Semana da Enfermagem, Big Wheel presenteia profissionais com passeios gratuitos até sexta-feira

Mais de 1600 profissionais da saúde de Balneário Camboriú vão poder aproveitar o momento de folga dessa semana, diante...
- Publicidade -

O piloto francês Pierre Cherpin, que tinha sofrido um grave acidente durante a sétima etapa da categoria motos do Rally Dakar, no último domingo, faleceu nesta sexta-feira durante o seu deslocamento de Jeddah, na Arábia Saudita, para um hospital de Lille, na França, onde iria continuar a ser tratado. A notícia foi divulgada pela organização da prova através de um comunicado oficial.

“Durante a sua transferência por avião médico de Jeddah para França, Pierre Cherpin morreu das lesões causadas pela sua queda na sétima etapa entre Ha’il e Sakaka no dia 10 de janeiro”, informou os organizadores do rali, que foi encerrado nesta sexta-feira com a chegada dos competidores a Jeddah.

- Publicidade -

De acordo com a família de Pierre Cherpin, o piloto sofreu uma febre aguda durante a viagem, “provavelmente de origem cerebral no avião que o deixou no (aeroporto de) Le Bourget”.

Esta foi a quarta participação de Pierre Cherpin, de 52 anos, no Rally Dakar, depois de competir em 2009, 2012 e 2015 integrando a categoria Original by Motul, para pilotos que corriam sem assistência.

Esta foi a primeira morte na edição deste ano depois de em 2020, na estreia do rali na Arábia Saudita, terem perdido a vida o português Paulo Gonçalves e o holandês Edwin Straver. Pierre Cherpin foi o 27.º piloto a morrer durante um Rally Dakar.

No último domingo, Pierre Cherpin tinha sofrido uma queda ao quilômetro 178 da sétima etapa e foi levado às pressas para o hospital de Sakaka. O piloto foi operado de um hematoma subdural, tendo sido diagnosticado também um pneumotórax e costelas partidas.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,735FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,591SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Pandemia faz turismo brasileiro acumular prejuízo de R$ 341,1 bilhões

Texto Daniela Amorim As atividades turísticas já somam um prejuízo de R$ 341,1 bilhões desde o agravamento da pandemia do novo coronavírus no País, em...

Comandante da PM fala sobre redução nos índices de homicídios e roubos em Balneário

Nos quatro primeiros meses deste ano, Balneário Camboriú registrou uma redução de 62,5%, no número de homicídios e 68% no número de roubos, comparado...

Site da Epagri/Ciram apresenta a mais completa ferramenta de previsão de geada do Brasil

Santa Catarina conta com a mais completa previsão de geada do Brasil. A Epagri/Ciram aprimorou a ferramenta em seu site, que agora disponibiliza probabilidade...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×