- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Leitor denuncia carro do Governo do Estado estacionado sobre faixa de segurança em Balneário Camboriú

Leia também

BC Investimentos finaliza sondagem de investidores no Morro do Careca, Passarela da Barra e Mercado Público

A presidente da BC Investimentos, Maria Pissaia disse que nesta sexta-feira (10) encerra as entrevistas com as empresas interessadas...

19 milhões de brasileiros passaram fome em 2020: em Balneário, campanhas seguem, mas precisam de apoio

Por que não transformar locais de vacinação em postos de arrecadação de alimentos?

Homem é preso com arma e R$ 25 mil em dinheiro em Balneário Camboriú

Um homem de 36 anos foi preso, na quinta-feira (8), com uma pistola e R$ 25 mil em dinheiro,...

Ladrões com motocicleta assaltam dono de Ferrari à luz do dia em Balneário Camboriú

Dois motociclistas assaltaram um homem que dirigia uma Ferrari, por volta do meio-dia, na Rua 2.100, centro de Balneário...

Inclusão Social faz mutirão ‘Não dê esmola, dê oportunidades’ em lojas e condomínios de Balneário Camboriú

A prefeitura, através da Secretaria da Inclusão Social começou há 10 dias um mutirão no comércio, prédios e condomínios...
- Publicidade -

Um leitor procurou o Página 3 para denunciar um carro do governo do Estado que teria estacionado por mais de uma hora sobre uma faixa de segurança, na tarde de terça-feira (2), em frente à Seei (Saúde Especial Espaço Integrar), na Rua 3.450, em frente ao Colégio Maria da Glória Pereira. O ato é considerado infração grave de trânsito.

Segundo o denunciante, que preferiu não ser identificado, o carro teria permanecido no local proibido por uma hora e a situação já teria acontecido outras vezes.

Situação é comum: falta de respeito

- Publicidade -

O diretor do BC Trânsito, Ricieri Ribas Moraes disse que a situação (motoristas estacionarem em cima da faixa de segurança) infelizmente é comum em Balneário Camboriú. “Não só em Balneário, como em outros municípios. Acredito que é uma infração que afeta todas as cidades do país, e está vinculada à falta de respeito pelas leis de trânsito pelos condutores. Ao não encontrarem uma vaga correta para estacionar, usam do ‘jeitinho brasileiro’. Neste caso denunciado ao jornal é ainda pior, sendo um mau exemplo por ser um funcionário público e utilizando o carro do governo e se foi para algo particular, nem poderia estar usando”, explica.

Moradores devem denunciar

Ricieri salienta que o essencial é o público denunciar imediatamente ao 153 (Guarda Municipal/Agentes de Trânsito) ou para a Polícia Militar (190), pois assim é possível fazer o flagrante e o motorista infrator é penalizado. 

“É infração grave, com cinco pontos na CNH, cabe remoção do veículo e multa de R$ 195,23. Isso [estacionar em cima da faixa] traz muita insegurança, tanto aos pedestres como aos próprios condutores, prejudicando a segurança da via e de quem circula”, acrescenta, citando que estão trabalhando cada vez mais no setor de educação para o trânsito, pois as crianças e adolescentes podem levar os ensinamentos sobre infrações para os pais e/ou responsáveis.

Áreas de embarque e desembarque escolar

O diretor falou sobre a importância de os motoristas respeitarem as áreas de embarque e desembarque escolar, que existem perto das escolas e são exclusivas para os pais pararem seus veículos para as crianças descerem, assim como há o espaço para os transportes escolares. 

- Publicidade -

“Os motoristas precisam ser conscientes e utilizar essas vagas conforme o critério delas, não é para estacionarem e ali permanecerem. Pedimos também aos empresários proprietários de escolas privadas que não tomem atitude de reservar vaga sem procurar o órgão de trânsito. Houve um caso, uma escola da Avenida Central, que delimitou área sem nos consultar, e isso não pode acontecer”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -