- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú

Leitora denuncia carro estacionado em cima de calçada na 2.550: “Acontecia desde dezembro”

Leia também

Limite de isenção torna inviável carros a pessoas com deficiência, diz Anfavea

A Anfavea, entidade que representa as montadoras, diz que o governo praticamente tornou inviável o mercado de carros adaptados...

Advogado de Camboriú fez o primeiro atendimento virtual do parlatório da Canhanduba

O advogado de Camboriú, Ricardo Dudek fez o primeiro atendimento do parlatório virtual, o primeiro do Estado, que entrou...

Gêmeas trans, operadas em Blumenau, recebem liberação médica

Após uma cirurgia onde correu tudo bem, com um pós-operatório igualmente bom, as gêmeas trans operadas em Blumenau há...

Uma leitora denunciou ao Página 3, na manhã desta quinta-feira (14), que um motorista estava estacionando com frequência o seu carro em cima da calçada, nos fundos de uma pousada, na Rua 2.550, próximo da Avenida Brasil. Os Agentes de Trânsito multaram o motorista, que ainda estava com o licenciamento atrasado.

Uma moradora daquela rua, que preferiu se manter em anônimo, procurou o jornal e informou que a situação acontecia desde dezembro, mas o que a motivou a denunciar o caso foi algo que aconteceu nesta manhã: o motorista não só estacionou o carro em cima da calçada como o ‘cercou’ com cones e uma faixa.

- Publicidade -

“Não sei se o motorista foi inocente ou prepotente, mas ele colocou até uma faixa ao redor do carro. Nos dias de ‘pique’ de Ano Novo essa caminhonete já estava ali, mas não delimitado como fez hoje. Me admiro que a prefeitura até então não havia feito nada, mas como vi isso de hoje, não deu para ignorar”, disse.

O Página 3 encaminhou a denúncia aos Agentes de Trânsito, através do diretor do BC Trânsito, Ricieri Ribas Moraes. O carro do motorista foi guinchado, devido ao licenciamento estar atrasado.

“A alegação que ele [o proprietário do carro] fez aos Agentes foi que ele estava estacionado em um recuo pertencente ao terreno, porém para esse estacionamento ter validade precisa ter autorização através da Secretaria de Planejamento e também uma acessibilidade através de rebaixamento de guia, e não havia nenhuma das duas, por isso foi feita a remoção, mas principalmente por ele estar com o licenciamento atrasado”, explicou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

PGR pede para STJ manter condenação que pode tirar mandato de Lira

Por Breno Pires A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou parecer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), no mês passado, defendendo...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -