- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Leitora denuncia festa programada para ocorrer dia 19 em Balneário Camboriú

Leia também

“É uma atitude drástica que precisava ser tomada”, diz secretária de Saúde sobre o lockdown

A secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crócomo, disse que apesar de ‘drástica’, a atitude do governo do...

Guarda Ambiental resgata cão ferido: Viva Bicho pede ajuda para o tratamento

Um cão foi resgatado pela Guarda Ambiental na quinta-feira (25), em Balneário Camboriú, e encaminhado ao abrigo da ONG...

Fogo consome caminhão em Balneário Camboriú, veja o filme

Um incêndio em um caminhão pouco antes das 6h desta sexta-feira cobriu parte da zona sul de Balneário Camboriú...

Uma leitora procurou o Página 3 para denunciar a ‘Festa das Cores’, prevista para acontecer no sábado (19), às 14h, no Speedway Music Park. Outras edições do evento aconteceram no Balneário Shopping e no Centro de Eventos de Itajaí, mas antes da pandemia. O Speedway, onde irá acontecer a festa desta vez, foi multado em R$ 5 mil semana passada, porque promoveu um ‘bailinho’.

A denunciante, que preferiu se manter em anônimo, informou que soube da festa por sua vizinha, uma adolescente de 16 anos que já comprou ingresso para o evento (os tickets estão à venda em um site bastante conhecido da área, além de pontos de vendas físicos).

- Publicidade -

A Festa das Cores é inspirada na tradicional Happy Holi (originária da Índia), que foi bastante famosa mundialmente há alguns anos, onde as pessoas jogavam pó colorido umas nas outras.

“Como que pode ter uma festa assim na situação atual? É absurdo”, disse.

A Festa das Cores possui página na rede social Instagram (@festadascoresbrasil), onde a edição de Balneário está sendo divulgada – sem nenhuma citação às normas sanitárias de prevenção ao Covid-19. Através dos comentários da publicação diversas pessoas afirmam que ‘vai ser loucura total’, e marcam amigos, perguntando uns aos outros se já adquiriram seus ingressos – inclusive menores de idade, como a vizinha da leitora do Página 3.

A reportagem questionou o governo municipal e, através da assessoria de comunicação, a prefeitura informou que “O estabelecimento está ciente das normas impostas pelo decreto do Governo do Estado e, caso insista em descumpri-las, a fiscalização do município irá agir como já tem feito”. Foi citado ainda que a Vigilância Sanitária enviará o caso para o Ministério Público, solicitando uma posição.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

PM dispersa banhistas em praias de Florianópolis em fim de semana de lockdown

A Polícia Militar de Santa Catarina dispersou banhistas que se aglomeravam em praias no norte da ilha, em Florianópolis,...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -