- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú

Impasse sobre provas pode levar processo contra Lula à prescrição

- publicidade -

Leia também

Aumento de focos e casos de dengue na região preocupa

População precisa ajudar a conter infestação do Aedes aegypti

Em 2019 Paulo Gustavo apareceu de surpresa em cinema de Balneário Camboriú

Relembre a nota da colunista social, Sonia Tetto, de 02/01/2020. "O ator Paulo Gustavo “invadiu” uma sala de cinema do...

Atleta e técnico de Balneário convocados para semana de treinos em SP com vistas aos Jogos Paralímpicos

A atleta Suelen Marcheski de Oliveira e seu treinador Caike Jacob Rovigo foram selecionados para participar do camping seletivo...

Professora do colégio Maria da Glória, agredida por mãe de aluna em 2019, será indenizada

Uma professora de Química, que foi agredida pela mãe de uma aluna na saída da Escola de Educação Básica...

Câmara delibera sobre um projeto e duas medidas provisórias nesta quarta

Na pauta da sessão legislativa desta quarta-feira (5), o projeto 76/2020, de autoria do Poder Executivo, que desafeta do...
- Publicidade -

Novamente na fase das alegações finais, a última antes de o juiz proferir a sentença, a ação penal em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é acusado pela Operação Lava Jato de receber R$ 12 milhões em propinas da Odebrecht na compra do terreno em São Paulo para sediar o Instituto Lula corre o risco de cair em prescrição.

O processo por crime de lavagem de dinheiro, aberto em 2014, está travado desde que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a 13ª Vara Federal de Curitiba compartilhe com a defesa do petista a íntegra da documentação relacionada ao acordo de leniência, estimado em R$ 3,8 bilhões, firmado entre a força-tarefa e a construtora com participação de autoridades dos Estados Unidos e da Suíça. Na decisão, o ministro ampliou o acesso restrito estabelecido inicialmente pela Segunda Turma da Corte em agosto

- Publicidade -

O impasse envolvendo o material se alonga desde 2017, quando os advogados do ex-presidente começaram a entrar com sucessivos pedidos para ler toda a documentação. Mesmo após a ordem recente de Lewandowski, a defesa sustenta que a íntegra não foi disponibilizada e acusa o juiz federal Luiz Antonio Bonat e os procuradores da força-tarefa da Lava Jato de esconderem documentos. As acusações levaram o ministro do Supremo a pedir a abertura de uma apuração na Corregedoria do Ministério Público Federal para saber se os registros estão sendo de fato “suprimidos”.

Por sua vez, o juízo de Curitiba se manifestou em três diferentes ocasiões informando que a decisão foi cumprida. A força-tarefa afirmou, nos autos, que a “insistência” da defesa no compartilhamento do material tem propósito de “procrastinar” a tramitação processual.

Prazos

O imbróglio adia o desfecho do caso na primeira instância da Justiça, já que, pela segunda vez, foi reaberto o prazo para que Lula apresente suas alegações finais no processo, após acessar os documentos. Em agosto do ano passado, o relator da Operação Lava Jato no Supremo, ministro Edson Fachin, já havia determinado que o prazo para as manifestações fosse reaberto depois que o tribunal entendeu que réus delatados têm o direito de falar por último, ou seja, depois dos delatores se manifestarem.

- Publicidade -

Como na ação penal em questão há três réus com mais de 70 anos, em favor deles o prazo prescricional é contado pela metade. Por isso, há risco de prescrição caso a ação penal seja julgada após 19 de dezembro e os réus sejam condenados a penas de até quatro anos para cada crime. Nesse caso, também seriam beneficiados o advogado Roberto Teixeira e o engenheiro Glaucos da Costamarques.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,696FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,592SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Em 2019 Paulo Gustavo apareceu de surpresa em cinema de Balneário Camboriú

Relembre a nota da colunista social, Sonia Tetto, de 02/01/2020. "O ator Paulo Gustavo “invadiu” uma sala de cinema do Balneário Shopping, em Santa Catarina,...

Atleta e técnico de Balneário convocados para semana de treinos em SP com vistas aos Jogos Paralímpicos

A atleta Suelen Marcheski de Oliveira e seu treinador Caike Jacob Rovigo foram selecionados para participar do camping seletivo para os Jogos Paralímpicos de...

Professora do colégio Maria da Glória, agredida por mãe de aluna em 2019, será indenizada

Uma professora de Química, que foi agredida pela mãe de uma aluna na saída da Escola de Educação Básica Professora Maria da Glória Pereira,...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×