- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Balneário Camboriú duplicou número de mortes por Covid em apenas 98 dias

Leia também

BC Investimentos finaliza sondagem de investidores no Morro do Careca, Passarela da Barra e Mercado Público

A presidente da BC Investimentos, Maria Pissaia disse que nesta sexta-feira (10) encerra as entrevistas com as empresas interessadas...

19 milhões de brasileiros passaram fome em 2020: em Balneário, campanhas seguem, mas precisam de apoio

Por que não transformar locais de vacinação em postos de arrecadação de alimentos?

Homem é preso com arma e R$ 25 mil em dinheiro em Balneário Camboriú

Um homem de 36 anos foi preso, na quinta-feira (8), com uma pistola e R$ 25 mil em dinheiro,...

Ladrões com motocicleta assaltam dono de Ferrari à luz do dia em Balneário Camboriú

Dois motociclistas assaltaram um homem que dirigia uma Ferrari, por volta do meio-dia, na Rua 2.100, centro de Balneário...

Inclusão Social faz mutirão ‘Não dê esmola, dê oportunidades’ em lojas e condomínios de Balneário Camboriú

A prefeitura, através da Secretaria da Inclusão Social começou há 10 dias um mutirão no comércio, prédios e condomínios...
- Publicidade -

(Waldemar Cezar Neto) Ao seguir as práticas que levaram o Brasil à maior crise sanitária da sua história, Balneário Camboriú acumulou 146 mortes em apenas 98 dias, dobrando a quantidade de vítimas ao longo de toda a pandemia e atingindo 292 óbitos

De março a dezembro do ano passado, Balneário Camboriú acumulou 146 mortes e nesta quarta-feira, 7 de abril, chegou a 292, o dobro exato de todo o ano de 2020.

- Publicidade -

Nunca na história da cidade algo matou tantas pessoas ao mesmo tempo, mas o prefeito, os vereadores e parcela da população continuam agindo como se a realidade fosse outra.

Em parte é efeito do bolsonarismo, que imbeciliza as pessoas, nega a ciência e insiste no erro, mas também concorre para este estado de coisas a negação do fato que para deter a pandemia é preciso reduzir radicalmente a circulação de pessoas.

Doenças contagiosas são combatidas com afastamento, remédios e vacinas. Não existem remédios e não há vacinas suficientes, portanto resta o afastamento.

A administração da pandemia é caótica, o Brasil se arrasta com menos de 10% da população vacinada e um presidente charlatão propagando todos os dias informações falsas e anticientíficas.

- Publicidade -

O negacionismo em Balneário, além de sinal de ignorância, é fator de empobrecimento. Dependemos do turismo, mas turistas não procuram locais onde podem contrair uma doença mortal, por isso os hotéis, nosso melhor termômetro, amargam 30% de ocupação nas melhores datas.

É uma situação indecente, que deveria envergonhar a todos, ter 200 catarinenses em risco de morrer, por não existir leito de UTI.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -