- Publicidade -
21.5 C
Balneário Camboriú

Balneário Camboriú tem UTI lotada e Itajaí recorde de pacientes internados em toda a pandemia

Com crescimento de 117% nos casos em um mês, doença segue fora de controle na região e ameaçando a temporada

Leia também

Saúde entrou em colapso, mas bares, igrejas e academias continuam abertos

O governador Carlos Moisés anunciou, nesta quarta-feira, tímidas medidas de combate à pandemia, enquanto o sistema de saúde pública...

Juliana Pavan irá propor a Avenida Atlântica Júlio Tedesco

O ex-prefeito e ex-deputado Leonel Pavan, autor do projeto do nome do Centro de Eventos de  Balneário Camboriú, disse...

Com um ano de pandemia, Brasil chega a 250 mil mortes e vive pior fase da doença

Doze meses depois do registro do primeiro caso da covid-19, o Brasil superou nesta quarta-feira, 24, a marca de...

O desrespeito às normas mais elementares de prevenção de doenças contagiosas levou Balneário Camboriú, no início da noite desta terça-feira, a lotar os leitos de UTI para covid do anexo ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, o único que atende pelo SUS na cidade.

São 30 leitos ocupados na UTI e mais 20 no isolamento, além de duas mortes em 24 horas (totalizando 132 desde março) e 1.677 pessoas doentes neste momento.

- Publicidade -

Itajaí, outra cidade onde a pandemia está fora de controle, registrou três mortes e a UTI do Hospital Marieta lotada, com 84 pacientes, o que levou à expansão do número de leitos para 90, a maior quantidade registrada por aquele hospital, desde o início da pandemia em março.

Recordista em mortes e casos da doença, o litoral catarinense vive a expectativa do comportamento dos turistas que, em Balneário Camboriú, até o momento, não chegaram e cuja procura por hospedagem é a menor em muitos anos.

Dos 11 municípios da Amfri, 8 possuem praias e dependem diretamente do turismo, porém as populações adotaram um comportamento que beira a insanidade numa pandemia, mais que dobrando (117%) a quantidade de doentes em um mês, provocando 126 mortes no período e lotando os hospitais.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Saúde entrou em colapso, mas bares, igrejas e academias continuam abertos

O governador Carlos Moisés anunciou, nesta quarta-feira, tímidas medidas de combate à pandemia, enquanto o sistema de saúde pública...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -