- Publicidade -
19 C
Balneário Camboriú

Com UTIs lotadas região de Balneário Camboriú sai do estado gravíssimo para grave

Dados irreais foram usados para montar a matriz de risco potencial

- publicidade -

Leia também

Vacinação contra Influenza inicia nesta terça para idosos 70+

A Secretaria da Saúde inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza para idosos,...

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas,...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua...

Psicóloga aborda “Maternidade ideal versus possível” em livro sobre Primeira Infância

A maternidade envolve uma série de aprendizados práticos como trocar fraldas, entender a pega correta da amamentação, aplicar técnicas...
- Publicidade -

A região da foz do rio Itajaí-Açú, que reúne Balneário Camboriú e outros 10 municípios, deixou nesta quarta-feira, 9, a situação de risco potencial gravíssimo para covid-19, indo para risco grave, status que já possuía semanas atrás.

A mudança de nível é um indicador precário porque parte da avaliação é feita com dados irreais, o governo do Estado contabiliza 46 leitos de UTI para o Hospital Ruth Cardoso, que tem apenas 30 e 98 leitos de UTI no Hospital Marieta que na realidade tem 60.

- Publicidade -

No início da noite desta quarta-feira, o Ruth Cardoso tinha dois leitos de UTI vagos (28 internados) e o Marieta sete (53 internados).

Outra deficiência é o monitoramento precário, sem a aplicação de testes em massa, só são confirmados os casos das pessoas que buscam socorro médico.

O detalhamento abaixo mostra que as pessoas não devem descuidar dos cuidados preventivos, pelo contrário, o contágio é elevado e o monitoramento deficiente, é necessária cautela para evitar a contaminação de uma doença que matou 4.183 pessoas em Santa Catarina.

Veja o detalhamento em todo o Estado

- Publicidade -

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,709FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas, na Casa da Mulher, que...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou Administração e Contábeis, mas não...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×