- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Juliana Pavan cobra base dos bombeiros no São Judas, projeto tramita há oito anos só no papel

Leia também

Crise federativa faz STF decidir em favor dos Estados

Na última sexta-feira, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), gravou um vídeo para agradecer à ministra Rosa Weber,...

Dia da Mulher: data alerta para o aumento dos casos de violência doméstica em Balneário Camboriú

Por Renata Rutes O Dia Internacional da Mulher foi oficializado pela Organização das Nações Unidas na década de 70, para...

Ministro do STF critica omissão de cartório que escondeu dados de Flávio Bolsonaro

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse ao Estadão que é "condenável" e "muito ruim...

A vereadora Juliana Pavan enviou na quinta-feira (18) um ofício ao Coronel Charles Alexandre Vieira, comandante do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina e presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial do Estado cobrando a instalação da base avançada que seria instalada no Bairro São Judas Tadeu. O projeto  tramita desde 2013 e tem uma área reservada para a construção, que deveria ter iniciado em 2015 e nunca saiu do papel.

Na tribuna livre de quarta-feira (17) a vereadora pediu a reativação dos trâmites para a instalação da unidade, que atenderia toda a região sul, onde segundo estimativas, vivem mais de 20 mil pessoas. O batalhão do Corpo de Bombeiros de Balneário fica na Avenida das Flores, no Bairro dos Estados, a cerca de 6,4km do local onde seria instalada a base, uma área com 1.000 m², parte integrante de outra maior medindo 2.602,61m², localizada no Loteamento Luiz Carlos Prestes, na Rua Maria Mansotto.

Obra deveria ter sido finalizada em 2019

- Publicidade -

No ofício, a vereadora lembra que o assunto começou há oito anos, quando a Lei nº 3646 autorizou a administração municipal da época [o prefeito Edson ‘Piriquito’ Dias] a ceder um terreno para a construção da sede. 

Na época, havia sido definido que as obras deveriam iniciar em dois anos e ser finalizadas quatro anos após o início – ou seja, em 2019 [o prazo foi prorrogado pela Lei 4.299].

Em 2018, quando foi inaugurado o pelotão de busca e salvamento e a base náutica, localizados no mesmo prédio, no Pontal Norte, o Corpo de Bombeiros citou que a base do São Judas Tadeu não havia sido construída ainda por falta de efetivo.

Juliana salientou ainda que há todos os requisitos necessários para que a construção inicie e que mesmo com a limitação de efetivo nesse momento isso pode acontecer. 

- Publicidade -

“É possível dar o start à construção e, em paralelo, um novo concurso ou até mesmo remanejamento de efetivo, é uma ação estratégica imprescindível”, disse, citando o Centro de Eventos, que fica na região sul e deverá ser licitado em breve. 

“Irá movimentar milhares de pessoas a cada evento. Por isso, para além dos esforços burocráticos e de recursos que são viáveis, precisamos unir forças para não deixarmos para agir somente quando o Centro de Eventos começar a funcionar, é preciso antecipar, planejar e executar ações paralelas, a fim de garantir a segurança e o bem-estar da população da região sul, de Balneário Camboriú e a todos os turistas e usuários do Centro de Eventos”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Vítima do caminhão que arrastou moto por 32 Km está em estado “gravíssimo”

O vereador camboriuense Marcio Pereira, informou à imprensa na manhã deste domingo que é “gravíssima” a situação de Sandra...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -