- Publicidade -
21.8 C
Balneário Camboriú

Rematrículas no Ensino Fundamental da rede municipal iniciam nesta terça e serão automáticas

Leia também

Carnificina: mais 107 óbitos em Santa Catarina onde a capacidade dos hospitais está esgotada

A quantidade de mortos em 5 dias representa o mesmo que quatro quedas do avião da Chapecoense (71 vítimas) que comoveu o país e levou o ex-presidente Michel Temer a decretar luto nacional por três dias.

Lockdown reiniciou nesta sexta: “A grande questão é a consciência das pessoas”

O lockdown de final de semana reinicia às 23h desta sexta-feira (5), seguindo até as 6h de segunda-feira (8)...

Brasil tem mais de 1,7 mil mortes por covid-19 pelo quarto dia seguido

A quantidade de mortes por covid-19 no Brasil ficou acima das 1.700 pelo quarto dia consecutivo, atingindo 1.760 vítimas...

Retorno presencial será dia 18, se voltar grau de risco Alto (cor amarela)

A secretária da Educação Rosângela Percegona Borba, que está em isolamento porque testou positivo para a Covid, disse que o processo de rematrículas para os 10.500 alunos do Ensino Fundamental que inicia nesta terça-feira (3) e segue até o final do mês, será totalmente online.

“Os pais nem precisar ir nas respectivas unidades, a rematrícula será feita de forma automática”, acrescentou.

Alunos novos

- Publicidade -

A diretora do Departamento do Departamento de Ensino Fundamental, Tatiane Aparecida Martins do Rosário (foto) informou que a matrícula para alunos novos – aqueles que saem da Educação Infantil ou aqueles que chegam de outras cidades/Estados, iniciam no próximo dia 9 e segue até o dia 20 deste mês, em duas etapas.

“Na primeira etapa que começa dia 9 e vai até dia 13, os pais farão a inscrição online. Na segunda etapa, para efetivar a matrícula, os pais devem ir até a unidade em que inscreveram o filho(a) e apresentar o documento da inscrição”, detalhou.

Tatiane explicou que os alunos novos, do 2o.ano do Ensino Fundamental em diante, farão matrícula somente no início de 2021.

“Alunos que estão chegando agora, alguns de escolas particulares ou de outras municípios/Estados, são matriculados porque há vagas”, acrescentou.

Documentos necessários para matrícula

  • Certidão de nascimento original do (a) aluno (a) com cópia;
  • Carteira de Identidade original do (a) aluno (a) com cópia;
  • CPF do (a) aluno (a) com cópia;
  • Comprovante de Escolaridade,
  • Histórico Escolar (deverá ser apresentado até 30 dias após a efetivação da matrícula);
  • Carteira de Identidade original dos pais e/ou responsável legal com cópia;
  • CPF dos pais e/ou responsável legal, com cópia;
  • Declaração Atualização Vacinal ou o Declaração de Negativa assinada pelos pais ou responsáveis emitida pelo Posto de Saúde;
  • Uma foto 3X4;
  • Declaração de guarda emitida pelo Juizado da Infância e Juventude para o (a) aluno (a) que convivem com responsáveis;
  • Protocolo do visto de permanência para as famílias estrangeiras;
  • Comprovante de residência atualizado, em nome dos pais e/ou responsável legal pelo (a) aluno (a) com cópia, podendo ser:
    a) Certidão de registro de imóvel residencial reconhecida em cartório;
    b) Conta de água, luz ou telefone fixo;
    c) Contrato de locação com firma reconhecida em cartório;
    d) Declaração de residência do proprietário do imóvel com firma reconhecida em cartório juntamente com a conta de água, luz ou telefone fixo em nome do proprietário.

Retorno presencial

Balneário Camboriú tem previsão de retorno para 18 de novembro, mas quem vai decidir isso é a matriz, o grau de risco, segundo explicou a secretária da Educação.

“No nosso Plano de Contingência, um dos critérios, talvez o principal, é estarmos em uma matriz na faixa da cor Amarela. Se no dia 18 de novembro seguirmos na cor Laranja, como estamos hoje, não poderemos retornar. Nosso primeiro critério é a matriz de risco”, afirmou Rosângela.

Ela disse que a educação municipal seguirá o que a portaria do Estado, ou seja, só teremos o último ano de cada segmento. “Portanto se voltarmos dia 18, só teremos o Jardim 2 que é o último ano da Educação Infantil; o 5o. ano que é o último ano do Ensino Fundamental 1 e o 9o. ano que é o último ano do Fundamental 2. Lembrando que desses alunos que as famílias optaram estar presencialmente nas escolas, só serão atendidos 30% deles em sala de aula, porque com o distanciamento as escolas estão preparadas com espaçamento das carteiras e cadeiras e elas não comportam mais que 30% da capacidade. Então se voltarmos dia 18, voltaremos apenas com esses 3 segmentos e só 30%. Na semana seguinte, o remanejamento, quem estava presencial vai para plataforma e vice-versa”, enfatizou.

Segundo a secretária, o encerramento do ano letivo será em 11 de dezembro

- Publicidade -

“Muitos perguntam por que retornar então? Fizemos uma pesquisa com as famílias e a maioria decidiu não enviar os filhos para a escola. Isso será respeitado. Só vamos atender aquelas famílias que optaram que o filho fique presencial na unidade e isso em função de que as escolas particulares também estão retornando e para não haver um distanciamento entre as oportunidades entre os estudantes das unidades públicas e aqueles estudantes das escolas privadas. Estamos trabalhando com oportunidades para os dois segmentos. Mas sempre lembrando que a decisão da família que prefere continuar em plataforma será respeitada”, concluiu.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Grêmio encerra preparação e pode ter mudanças para final contra o Palmeiras

O Grêmio encerrou na manhã deste sábado, em Atibaia, a preparação para o jogo de volta da final da...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -