- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú

Secretário de Turismo apresentou BC 4 Estações: hora de planejar o futuro de Balneário Camboriú

Leia também

Em dia de 98 mortes no Estado prefeitos da Amfri decidem manter aulas presenciais

Balneário tem 43 professores e 11 alunos infectados

Professores do Estado não darão aulas presenciais para preservar a saúde da comunidade

Os professores da rede estadual decidiram suspender as aulas presencias, para preservar sua saúde, de outros servidores, dos alunos...

Média de mortes pela covid no País ultrapassa 1,5 mil e bate recorde pelo 10º dia

A média móvel diária de mortes causadas pela covid-19 no Brasil bateu recorde pelo décimo dia seguido, segundo dados...

No décimo dia à frente da Secretaria de Turismo, o secretário Geninho Góes apresentou para a imprensa o plano de trabalho BC 4 Estações, que pretende desenvolver, efetivando como sinaliza o nome, o turismo o ano todo. A coletiva aconteceu no hotel Sibara nesta terça-feira (23).

Geninho acompanha o turismo local há mais de três décadas. Tornou-se um especialista no assunto. Desde então vem fazendo planos para Balneário Camboriú.

Geninho apresentando o futuro de BC (Foto Divulgação/PMBC)
- Publicidade -

“Hoje é meu décimo dia de secretaria, eu digo para as pessoas que fiz o plano em quatro dias, mas ele já vivia dentro de mim há mais de 30 anos, porque todas as vezes que eu fui convidado, cogitado para ser secretário de turismo, sempre pensava o que eu faria se fosse secretário…”, comentou.

O prefeito Fabrício Oliveira acompanhou a coletiva e disse que o BC 4 Estações vai criar um calendário turístico qualificado unindo todos os atrativos da cidade a novos eventos e mais equipamentos que estão chegando, como o Centro de Eventos. 

“Estamos aprimorando esse planejamento para a retomada pós-pandemia, já que a prioridade agora é a saúde, é enfrentar o coronavírus. Mas nós sabemos que sempre depois de uma crise acontece um momento de oportunidades e nós temos que preparar a cidade para isso”, salientou o prefeito.

Geninho com o prefeito Fabrício (Foto Divulgação/PMBC)

O desafio é grande

O plano de trabalho tem 21 ações. Geninho falou por onde vai começar a colocá-lo em prática. 

- Publicidade -

“Vou começar trabalhando principalmente em três áreas: capacitação, turismo de experiência e planejamento dos eventos. É um trabalho a médio e longo prazo. Vamos começar e fazer o que é possível. Nesse momento não vejo que é hora de atração de grandes fluxos turísticos, acredito que existem os órgãos competentes que podem inibir o fluxo de pessoas na rua, estabelecimentos, porque isso não é coisa do turismo. Não posso provocar a presença de turistas neste momento na cidade, embora quem venha os protocolos estejam sendo respeitados dentro de hotéis, capacidade de restaurantes, mas nós vamos fazer um trabalho pensando no futuro, esta é a ideia. É um começo e tanto. É muito trabalho. O primeiro nesses 10 dias foi a reestruturação dentro da secretaria, ou seja, passando novas funções para pessoas que já estavam lá. Desafio grande viu?

Em meio à pandemia, duas crises

“Nunca esperei ser secretário no meio de uma pandemia, mas eu digo que estamos vivendo duas crises: a crise da saúde ou seja, temos que cuidar da saúde, da vida, quem tiver problemas deve ficar em casa, quem puder ficar, mas temos uma parcela da população que não pode ficar em casa, porque se ficar vai faltar comida para a família…então é a crise da saúde e a crise financeira também porque as pessoas ficam estressadas, depressivas. Estou trabalhando no meio do caminho, buscando o equilíbrio, fazendo projeto, não adianta agora fazer nada a curto prazo, nada com imediatismo, nada querendo atrair público para a cidade, que não é o momento de se fazer isso”.

Tempo é de planejar

“Nesse momento, vamos trabalhar como primeiro ponto com planejamento. Temos algumas vertentes ali dentro, uma delas é a Capacitação e para isso não temos que depender desse momento, podemos começar estruturando a nossa plataforma de ensino à distância, vou levar alguns meses para elaborar, mas ela será numa crescente; curso de capacitação para pessoas de diversos segmentos que atendem o público, com participação de entidades de classe que dominam cada uma das àreas que iremos trabalhar. Vou contar também com as instituições de ensino, Sesi, Sesc, Senac, Sebrae. Então vamos começar por aí”. 

Eventos e reformulações

“Fora isso estamos elaborando um planejamento de todos os eventos que temos na cidade e de algumas reformulações, como é o caso do Os Amigos se Encontram, que precisa ter um propósito e hoje não tem, virou uma rave de frente pro mar. Precisamos envolver a comunidade em um evento que tenha um propósito maior. Esse tempo agora é planejar o Carnaval do ano que vem, Natal, Reveillon, Aniversário da cidade, todos esses eventos, colocar no papel, fazer projetos, fazer licitações, é um tempo de planejar”. 

A cereja do bolo

“Planejar também quais são os eventos que vamos participar para o público, quem são os influenciadores digitais que vamos convidar, organizar o turismo de experiência, porque o  turista quer experiência, quer vivenciar, os atrativos que temos precisam ser a cereja do bolo, vamos trabalhar vários atrativos que já existem junto com os receptivos,  para que o turista viva experiências inesquecíveis em Balneário Camboriú”, finalizou o secretário de Turismo.

21 ações que farão ‘a’ diferença

1) Criar atrações e motivos para que os turistas visitem BC durante 4 estações do ano.

2) Trabalhar em parceria com todas as secretarias, fundações, comunidade, entidades de classe e iniciativa privada.

3) Treinamento e Desenvolvimento de pessoas  – Capacitar todos que atuam na linha de frente no atendimento ao turista, quer seja no Poder Público, Iniciativa Privada e autônomos, bem como representantes do destino. Estimular o EAD com avaliação e certificado, envolvendo toda cadeia produtiva.

4) Tourism Code – Criar um Código de Conduta do turismo, para orientar e difundir nossa missão, nossos valores e propósitos como destino turístico, trabalhar desde a educação infantil e vários segmentos da sociedade mostrando nosso Jeito de Ser e atender o turista.

5) Desenvolver o Turismo Digital – O turista vai receber informações da cidade e eventos antes de sua chegada em BC.

6) Turismo de Qualidade – Criar critérios de avaliação para o lançamento um Selo de Qualiddade para equipamentos, meios de hospedagem e restaurantes.

7) Experimente BC – Lançar roteiros de experiências para o turista, trabalhando a segmentação de mercado e explorando os diversos tipos de turismo existentes, beneficiando o esporte, cultura, gastronomia como atrações.

8) Colocar em prática o Plano de Marketing BC 4 Estações , dando ênfase para o Marketing digital , atendendo os profissionais da imprensa especializada, turistas, operadores, agentes de viagens e influenciadores digitais de renome nacional e internacional.

9) Criar painéis “instagramáveis” pela cidade, proporcionado cenários para que os turistas reproduzam em suas redes sociais.

10) BC Set de Filmagem – Estimular a produção de filmes (acordos com Netflix, Amazon, etc) para que BC seja cenário para grandes produções.

11) Convite aos influenciadores digitais de renome para que façam suas transmissões tendo como cenário BC.

12) Cidade dos artistas, celebridades e astros da música  – Incentivar a vinda de famosos para que promovam o destino.

13) Remodelar e modernizar eventos existentes como: Natal, Reveillon, Carnaval, Encontro dos Amigos entre outros e criar novas atrações.

14) Projetos de promoção junto ao trade turístico – Através de parcerias Inovar na divulgação para atingir os distribuidores de produtos turísticos, quer seja turismo de lazer ou eventos.

15) Resolver com governo do Estado a situação do Centro de Convenções.

16) Criar e promover o calendário de eventos unificado da cidade.

17) Incentivar a realização de eventos de grife considerados vitrine.

18) Lançar e realizar a super temporada BC 2021/22 – com uma programação de Julho 2021 a Março 2022 com atividades e atrações para atrair turistas e recuperar os efeitos econômicos causados pela pandemia.

19) Ter uma área de projetos e infraesttrutura que trabalhe em parceria com outros setores da Prefeitura, na captação de recursos e melhoria.

20) Colocar em prática o projeto de sinalização turística.

21) Criar a estrutura necessária para que o plano seja executado, investindo no treinamento e capacitação da equipe.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Livro aborda os diversos aspectos da maconha

Por André Cáceres Maconha: a palavra assusta puritanos, provoca risadas nos menos sisudos e cria polêmica por onde é proferida....
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -