- Publicidade -
19 C
Balneário Camboriú

Trump diz que invasores do Capitólio serão entregues à Justiça

Leia também

Livro com registro inédito sobre a produção teatral em Itajaí será lançado nesta quinta

A história do teatro em Itajaí começou em 1897, no entanto, foi nas décadas de 1970 e 1980 que...

Foragido do RS é preso com arma e drogas em Balneário

Um homem de 34 anos, que estava foragido do RS por furto a caixa eletrônico, foi preso em Balneário...

Vereadores de Balneário Camboriú votarão hoje “calote” no fundo de saúde dos servidores municipais

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú votará nesta quarta-feira, 14, projeto do prefeito Fabrício Oliveira que pretende dar...

Minimercado do centro foi arrombado e furtado nessa madrugada

Um minimercado, localizado na Rua 2.000, foi arrombado e furtado na madrugada desta quarta-feira (14), em Balneário Camboriú. O...

Praça da Cultura receberá primeira empena de arte urbana da área central de Balneário Camboriú

A obra do artista Eduardo Vaso, em andamento na Praça da Cultura, ainda não está pronta, mas já vem...
- Publicidade -
Por Matheus Andrade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira que condena a violência durante a invasão do Capitólio na última semana, e que os envolvidos nos ataques serão levado à justiça. “Nenhum dos meus apoiadores verdadeiros se envolveria em violência política”, afirmou Trump, em vídeo publicado no Twitter da Casa Branca. “Se você se envolveu nos eventos da última semana, não é um apoiador do nosso movimento, mas alguém que o atrapalha”, indicou o presidente.

“Fui avisado de que há riscos por conta de novas manifestações”, indicou Trump, lembrando que americanos tem direito a serem ouvido, mas que todos “devem seguir a lei”. Segundo o presidente, “agências federais terão todos os recursos para manter ordem”, assegurando que a transição ocorra de forma segura. “Violência deve parar, não importa qual sua filiação política”, clamou Trump.

- Publicidade -

Sem fazer críticas diretas após ser restringindo em diversas redes sociais, Trump indicou que no momento é necessários que “ouçamos uns aos outros, e não silenciemos uns aos outros”. Segundo a conclusão do presidente, entre os objetivos prioritário do momento estão a entrega das vacinas contra a covid-19 e a reconstrução do país.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -