- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú

Positivo Tecnologia tem fôlego novo com home office

- publicidade -

Leia também

Aumento de focos e casos de dengue na região preocupa

População precisa ajudar a conter infestação do Aedes aegypti

Em 2019 Paulo Gustavo apareceu de surpresa em cinema de Balneário Camboriú

Relembre a nota da colunista social, Sonia Tetto, de 02/01/2020. "O ator Paulo Gustavo “invadiu” uma sala de cinema do...

Atleta e técnico de Balneário convocados para semana de treinos em SP com vistas aos Jogos Paralímpicos

A atleta Suelen Marcheski de Oliveira e seu treinador Caike Jacob Rovigo foram selecionados para participar do camping seletivo...

Professora do colégio Maria da Glória, agredida por mãe de aluna em 2019, será indenizada

Uma professora de Química, que foi agredida pela mãe de uma aluna na saída da Escola de Educação Básica...

Câmara delibera sobre um projeto e duas medidas provisórias nesta quarta

Na pauta da sessão legislativa desta quarta-feira (5), o projeto 76/2020, de autoria do Poder Executivo, que desafeta do...
- Publicidade -

Ensino a distância e o home office fizeram a procura por laptops explodir

Por Fernando Scheller

- Publicidade -

Como a maioria das empresas, a Positivo Tecnologia, a principal companhia brasileira do setor de equipamentos de tecnologia, preparou-se para o pior no início da pandemia de covid-19: à medida que a economia se fechava, buscava formas de cortar custos, cancelar encomendas e se preparar para o pior. Em questão de semanas, no entanto, ficou claro que o contrário ocorreria: o ensino a distância e o home office fizeram a procura por laptops explodir – mudando radicalmente a narrativa da empresa para 2020.

“Mudamos de um cenário pessimista para corremos para abastecer um mercado que precisava do produto de qualquer jeito”, disse o empresário Hélio Rotenberg, fundador e presidente da Positivo Tecnologia (há três anos, a empresa abandonou o complemento “Informática”). Resultado: em lugar de cancelar pedidos de peças, a Positivo se viu disputando componentes em todo o mundo. “O movimento de busca por computadores foi global. Logo, o relacionamento fez bastante diferença. Só não vendemos mais porque não conseguimos entregar.”

A inesperada retomada do mercado de PCs apareceu claramente no balanço do terceiro trimestre: com ganhos superiores a R$ 50,3 milhões, o resultado superou em 455% o lucro de R$ 9 milhões do mesmo período de 2019. E, embora parte do resultado seja explicado pela pandemia, houve uma ajuda da diversificação da empresa – que recentemente ganhou uma licitação para fornecer as novas urnas eletrônicas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e também passou a focar em novos produtos, entre eles itens para casas inteligentes (com funções conectadas à internet).

Essa injeção de ânimo no mercado de PCs, segundo Rotenberg, fez com que o computador voltasse a ser um item pessoal. Desde que os smartphones começaram a se popularizar, há cerca de dez anos, era comum que todas as pessoas de uma residência tivessem seu próprio telefone, mas dividissem um único computador. “Com a necessidade de trabalhar de casa e com as crianças fazendo aulas online, um só laptop passou a não ser mais suficiente”, diz o empresário.

- Publicidade -

Segundo o IDC, que acompanha de perto o mercado de tecnologia, as vendas de computadores cresceram 16% no primeiro trimestre – resultado que, segundo o analista de mercado Rodrigo Okayama Pereira, reflete a “corrida” pelo produto nas últimas semanas de março. “Teve empresa que, sem conseguir ser atendida por distribuidores ou fornecedores tradicionais, foi ao varejo comprar computador.”

É um movimento, porém, que Rotenberg sabe que não vai se estender ao longo do tempo. O empresário acredita que o mercado pode até continuar crescendo, mas sem saltos. Pereira, do IDC, concorda: ele lembra que o resultado da venda de PCs foi negativo no segundo trimestre. A alta prevista para o ano é de cerca de 6% – o dobro do avanço do ano passado, mas longe de ser uma alta espetacular.

‘Startup’

Fundada em 1989, a Positivo surgiu como uma afiliada do grupo educacional. Rotenberg apresentou ao fundador da companhia – o hoje senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) – a ideia de fornecer computadores às escolas que usavam o material didático da Positivo. “Cada sócio entrou com US$ 20 mil. O investimento total foi de US$ 120 mil”, lembra o fundador. “Se o termo startup já existisse há 31 anos, a Positivo teria se tornado um unicórnio quando chegou a valer US$ 1 bilhão, em 2006.”

Depois de anos como líder de mercado, hoje ela está atrás de Dell, Lenovo e Samsung no País, segundo apurou o Estadão com fontes do setor. Ainda assim, está bem à frente da segunda principal empresa brasileira do setor, a Multilaser.

Além de buscar novos nichos – como produtos ligados à internet das coisas, que estão sendo uma “porta de entrada” da marca nos domicílios das classes A e B -, Rotenberg diz que a Positivo também está de olho na retomada das licitações para equipamentos de tecnologia do governo. Por sua competitividade de preço, essa é uma área em que a Positivo costuma disputar a liderança com as concorrentes multinacionais, segundo fontes de mercado.

A empresa também vem investindo em startups. Entre os 11 negócios em que a companhia paranaense já fez aportes, está a High Technology, de Curitiba, que consegue fazer exames de sangue com apenas uma gota de sangue, entregando o laudo em um minuto.

A empresa já auxiliou o Instituto Butantã em diagnósticos. “Mas a nossa mentalidade não é de fundo (de investimento). A ideia é que a gente possa dar alguma ajuda operacional a esses negócios “

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,696FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,592SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Em 2019 Paulo Gustavo apareceu de surpresa em cinema de Balneário Camboriú

Relembre a nota da colunista social, Sonia Tetto, de 02/01/2020. "O ator Paulo Gustavo “invadiu” uma sala de cinema do Balneário Shopping, em Santa Catarina,...

Atleta e técnico de Balneário convocados para semana de treinos em SP com vistas aos Jogos Paralímpicos

A atleta Suelen Marcheski de Oliveira e seu treinador Caike Jacob Rovigo foram selecionados para participar do camping seletivo para os Jogos Paralímpicos de...

Professora do colégio Maria da Glória, agredida por mãe de aluna em 2019, será indenizada

Uma professora de Química, que foi agredida pela mãe de uma aluna na saída da Escola de Educação Básica Professora Maria da Glória Pereira,...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×