- Publicidade -
17 C
Balneário Camboriú

PF ataca garimpo que degradou 6 mil hectares dos Yanomani em Roraima

- publicidade -

Leia também

Vacinação contra Influenza inicia nesta terça para idosos 70+

A Secretaria da Saúde inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza para idosos,...

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas,...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua...

Psicóloga aborda “Maternidade ideal versus possível” em livro sobre Primeira Infância

A maternidade envolve uma série de aprendizados práticos como trocar fraldas, entender a pega correta da amamentação, aplicar técnicas...
- Publicidade -

A Polícia Federal (PF deflagrou na manhã desta sexta-feira, 29, a Operação Haraquiri para investigar e interromper atividades de garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami. A corporação estima que haja cerca de 20 mil garimpeiros atuando no local. Os investigadores identificaram ao menos 20 pistas de pouso ilegais no interior da Terra Indígena e apontam que a expansão da atividade mineradora irregular na região teria contribuído para degradação ambiental de quase 6.000 hectares verificada entre os anos de 2018 e 2020 na reserva.

Agentes cumprem dez mandados de busca e apreensão em Boa Vista (Roraima), em Alto Alegre e Campo Grande (Mato Grosso do Sul). As ordens foram expedidas pela 4ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

- Publicidade -

Segundo a PF, o inquérito foi aberto com recebimento de materiais arrecadados pelo Exército em ação contra o garimpo no estado de Roraima. A partir da análise dos bens apreendidos, os investigadores identificaram envolvidos com as atividades ilícitas, em especial a ação de pilotos de aeronaves e helicópteros que seriam responsáveis pelo frete de pessoas e de insumos que viabilizariam a extração ilegal de minério.

A operação mira os pilotos de tais aviões, além de suspeitos de explorarem diretamente o garimpo na região e praticarem outros crimes correlatos, como o armazenamento irregular de combustíveis.

A PF indica ainda que o transporte e permanência de garimpeiros na região estaria relacionado com a possibilidade de infecção e morte de milhares de indígenas em razão da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com os investigadores, o nome da operação, Haraquiri, faz “alusão o ato de suicídio ritualístico nipônico em razão de um suspeito com ascendência oriental e reconhecido por apelido que enaltece tal condição, durante as investigações e ao perceber que a PF havia encontrado o local de guarda de suas aeronaves, ter optado por destruir dois aviões na provável expectativa de não ser relacionado aos crimes”.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,712FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas, na Casa da Mulher, que...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou Administração e Contábeis, mas não...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×