- Publicidade -
22.7 C
Balneário Camboriú

Polícia prende no Rio quatro suspeitos de matar criança no réveillon

- publicidade -

Leia também

Homem é preso após importunar ex no trabalho: ele também descumpriu medida protetiva

Um homem foi preso, no início da noite de quarta-feira (20), após importunar a ex-mulher no trabalho, em Balneário...

Homem que esfaqueou esposa grávida, em Camboriú, foi preso em Curitiba

A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão preventiva, nesta quarta-feira (20), contra Osmar Jorge, 34 anos, que esfaqueou a...

Em Balneário: homem foi flagrado dirigindo bêbado e ainda xingou os agentes de trânsito

Um homem foi preso, na manhã desta quarta-feira (20), por dirigir embriagado e xingar os agentes de trânsito que...
A Polícia Civil do Rio de Janeiro deteve nesta terça-feira, 12, quatro homens suspeitos de disparar tiros na noite de 31 de dezembro na favela do morro do Turano, no Rio Comprido (zona norte do Rio), para comemorar o réveillon. Naquela madrugada, uma bala perdida atingiu e matou a menina Alice Pamplona da Silva de Souza, de 5 anos, que estava em casa, com os pais, comemorando o réveillon.

A suspeita é de que algum deles tenha disparado o tiro que matou Alice. Durante a operação policial desta terça-feira, um quinto suspeito foi morto durante confronto com a Polícia Militar. Com ele foi apreendida uma pistola, diz a PM.

Segundo a polícia, os três adultos e o adolescente detidos integram uma facção criminosa que controla o tráfico de drogas na favela do Turano e foram presos em decorrência de um trabalho de inteligência.

- Publicidade -

Foram apreendidos uma pistola, munições, farta quantidade de drogas e dinheiro. Por enquanto, os presos responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, resistência e porte ilegal de arma de fogo. Se ficar comprovado que algum deles disparou o tiro que matou Alice, este pode ser acusado de homicídio.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -