- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Bolsonaro critica isolamento e diz que ‘brasileiro é forte e não teme perigo’

- publicidade -

Leia também

Vacinação contra Influenza inicia nesta terça para idosos 70+

A Secretaria da Saúde inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza para idosos,...

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas,...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua...

Psicóloga aborda “Maternidade ideal versus possível” em livro sobre Primeira Infância

A maternidade envolve uma série de aprendizados práticos como trocar fraldas, entender a pega correta da amamentação, aplicar técnicas...
- Publicidade -

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social como forma de conter a disseminação do novo coronavírus. Segundo o presidente, o “povo brasileiro é forte e não tem medo do perigo”. Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil registra até o momento 220.161 mortes pela covid-19, cerca de 0,1% da população brasileira.

Bolsonaro disse fazer um apelo aos governadores e ressaltou que, segundo ele, “a política de fechar tudo e ficar em casa não deu certo”. “Os mais vulneráveis são velhos e com comorbidades, o resto tem que trabalhar”, completou.

- Publicidade -

“Reformulem essa política e entendam cada vez mais que o isolamento, o lockdown, o confinamento nos leva para a miséria. Eu sempre disse lá atrás, a economia anda de mãos dadas com a vida. A vida sem recursos e sem emprego torna-se muito difícil”, disse o presidente durante discurso.

Bolsonaro também comemorou dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados hoje, que apontam a criação de 142 mil vagas de trabalho com carteira assinada em 2020 no País.

O presidente participou nesta manhã da inauguração de ponte da BR-101, que liga as cidades de Propriá (SE) a Porto Real do Colégio (AL). A cerimônia faz parte de série de viagens que o presidente e a comitiva fazem ao Nordeste para entrega de obras de infraestrutura. As obras da ponte tiveram início em junho de 2013 e foram concluídas em setembro de 2016. Entretanto restava para a entrega da obra o nivelamento das cabeceiras da pista, que tiveram início em 2019.

Acompanharam o presidente os ministros do Turismo, Gilson Machado, da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o senador Fernando Collor (PROS) e o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD).

Vacina

- Publicidade -

O presidente também disse que o governo comprará qualquer vacina aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Mais cedo, Gilson Machado havia dito que Bolsonaro foi “estrategista”. Segundo o ministro, o presidente “só falou da vacina quando a Anvisa liberou”. Entretanto, Bolsonaro já havia feito menções ao imunizante em transmissões ao vivo e em conversas com apoiadores onde questionou a eficácia da vacina e disse que não compraria o imunizante produzido pelo Instituto Butantan.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,714FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas, na Casa da Mulher, que...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou Administração e Contábeis, mas não...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×