- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Fiscalizômetro chega aos R$ 140 milhões em contratos e licitações analisados

- publicidade -

Leia também

Dia das Mães: o quanto e como a pandemia está interferindo na maternidade?

Por Renata Rutes Mais de um ano se passou e esse é o segundo Dia das Mães em tempos de...

Dia das Mães: comércio com boas expectativas, vendas devem aquecer nesta sexta e sábado

Data é uma das melhores para o varejo, e deve ser mais movimentada do que 2020 O Dia das Mães...

Emasa e técnicos avaliam contratação do programa ‘Estuário do Rio Camboriú 2030’ que custará R$ 1,5mi

O diretor geral da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), Douglas Costa Beber participou de reunião realizada nesta...

Balneário Camboriú tem dois atletas classificados para o Pan Sub 20 em outubro no Chile

Neste sábado o número pode aumentar no Estadual de Timbó

Exposição ‘Rainhas da Cidade’ está no Balneário Shopping até dia 23

A mostra fotográfica é uma parceria do Rotary Club com o empreendimento e Hope Lingeries, e celebra mulheres que atuam em Balneário
- Publicidade -

O Fiscalizômetro de Balneário Camboriú, programa permanente de fiscalização conduzido pelo gabinete Lucas Gotardo (Novo), atingiu a marca dos R$ 140 milhões em contratos e licitações em acompanhamento.

Entre os novos destaques está o contrato de pavimentação asfáltica, relacionado ao empréstimo de R$ 30 milhões, feito pela administração municipal em 2019. Gotardo recebeu da Secretaria de Obras a listagem das ruas que foram contempladas e disponibilizou o documento para consulta no site www.lucasgotardo.com.br/fiscalizometro.

- Publicidade -

O contrato de limpeza urbana também foi inserido no Fiscalizômetro e já rendeu uma reunião com a direção da concessionária e uma visita ao aterro sanitário. Nos próximos meses, Lucas continuará acompanhando e divulgando os serviços que estão inseridos neste contrato, para dar transparência à população.

Também foram incluídos na lista de fiscalização as licitações para compra de camisetas de uniforme dos servidores da prefeitura, no valor estimado de R$ 1 milhão; e a licitação para compra de materiais escolares e de expediente, valor estimado de R$ 4,9 milhões.

Sobre os contratos que já estavam na listagem, o da construção da Casa da Criança e do Adolescente vem chamando a atenção pelo atraso, e grande número de aditivos. A obra, que deveria ter sido entregue em 10 meses, teve sucessivos adiamentos e atingiu na semana passada um prazo de 35 meses, concedido pela prefeitura.

“Eu destaco mais uma vez minha preocupação com essa aparente inoperância na gestão de contratos por parte do município. Estou acompanhando e reunindo materiais para deixar a comunidade ciente sobre essa prática, que é nociva à administração pública e ao bolso do cidadão”, finalizou.

Texto Daniele Sisnandes

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,709FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Dia das Mães: comércio com boas expectativas, vendas devem aquecer nesta sexta e sábado

Data é uma das melhores para o varejo, e deve ser mais movimentada do que 2020 O Dia das Mães é a segunda data mais...

Emasa e técnicos avaliam contratação do programa ‘Estuário do Rio Camboriú 2030’ que custará R$ 1,5mi

O diretor geral da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), Douglas Costa Beber participou de reunião realizada nesta semana, quando pesquisadores da Univali...

Balneário Camboriú tem dois atletas classificados para o Pan Sub 20 em outubro no Chile

Neste sábado o número pode aumentar no Estadual de Timbó
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×