- Publicidade -
15 C
Balneário Camboriú

Covid-19: Gotardo questiona se houve mudança no protocolo de testagem

- publicidade -

Leia também

“Proibir nunca é a melhor saída”: prática de skate nas praças de Balneário é alvo de debate

Renata Rutes  Não é de hoje que a presença de skatistas nas praças de Balneário Camboriú – antes na Tamandaré...

Dia das Mães: comércio com boas expectativas, vendas devem aquecer nesta sexta e sábado

Data é uma das melhores para o varejo, e deve ser mais movimentada do que 2020 O Dia das Mães...

Balneário Camboriú tem dois atletas classificados para o Pan Sub 20 em outubro no Chile

Neste sábado o número pode aumentar no Estadual de Timbó

Vacinação para pessoas com comorbidades inicia neste sábado em Balneário Camboriú

A vacinação para pessoas com comorbidade, com 57, 58 e 59 anos, inicia neste sábado, das 8h às 17h;...

Manifestação #JustiçaporJeane acontece neste sábado, em Balneário Camboriú

O namorado, a família e amigos da jovem Jeane Fagundes, 23 anos, que perdeu a vida após ser atropelada...
- Publicidade -

O vereador do Partido NOVO, Lucas Gotardo, fez um pedido de informação questionando se a Prefeitura de Balneário Camboriú mudou o protocolo de testagem Covid-19.

O questionamento foi motivado primeiramente por uma dispensa licitatória, realizada no final de novembro, para aquisição de 3.000 testes rápidos, totalizando um investimento de R$ 150 mil, como consta no Portal de Transparência. Na semana passada, a Prefeitura lançou uma licitação para aquisição de 36 mil kits, compra estimada em cerca de R$ 2 milhões.

Entenda

- Publicidade -

Acontece que no primeiro semestre deste ano, a Secretaria de Saúde havia deixado claro que utilizaria outro protocolo de testagem, com testes PCR, por terem mais sensibilidade, ou seja menor margem de erro em comparação aos testes rápidos. Inclusive por essa característica, o Ministério da Saúde recomenda que testes rápidos nem podem ser usados como evidência absoluta de SARS-CoV 2.

Com base no protocolo dos testes PCR, divulgado pela Prefeitura no início da pandemia, o município realizou convênio através da AMFRI, para que os testes fossem realizados em um laboratório de Blumenau.

“Não questiono de forma alguma a necessidade, até porque saúde é prioridade. Porém como fiscalizador, gostaria de entender o que mudou ao longo dos meses para agora esses testes rápidos serem considerados confiáveis e começarem a ser comprados em quantidade”, afirma Gotardo.

No pedido de informação, Gotardo indaga se está havendo escassez de testes PCR ou excesso de demanda que exija alguma ação paliativa; se houve mudança de protocolo quanto à testagem; e se sim, por qual motivo isso não foi comunicado amplamente à população.

Para ler o documento na íntegra acesse: https://bit.ly/36ZBp8a


Texto Dani Sisnandes
- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,709FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,593SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Dia das Mães: comércio com boas expectativas, vendas devem aquecer nesta sexta e sábado

Data é uma das melhores para o varejo, e deve ser mais movimentada do que 2020 O Dia das Mães é a segunda data mais...

Balneário Camboriú tem dois atletas classificados para o Pan Sub 20 em outubro no Chile

Neste sábado o número pode aumentar no Estadual de Timbó

Vacinação para pessoas com comorbidades inicia neste sábado em Balneário Camboriú

A vacinação para pessoas com comorbidade, com 57, 58 e 59 anos, inicia neste sábado, das 8h às 17h; nos postos de saúde da...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×