- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú

Média móvel de mortes por covid-19 no País fica em 491 neste domingo

Leia também

Com mais 94 mortes Santa Catarina e região de Balneário Camboriú seguem sem leitos de UTI

Apesar da morte de 44 catarinenses por falta de atendimento, o governador Carlos Moisés e os prefeitos continuam agindo de maneira irresponsável.

Atualizado: é o caos Santa Catarina agora tem apenas 1 leito de UTI

Com seu sistema de saúde público e privado em colapso, Santa Catarina chegou às 11h quarta-feira com apenas uma...

Hospital da Unimed comunica ao MP que está na iminência de medidas drásticas

A direção do Hospital da Unimed, localizado em Balneário Camboriú, comunicou ao Ministério Público e aos médicos da região...

Por Marco Antônio Carvalho

A média móvel de mortes por covid-19 no País ficou em 491 neste domingo, 15, de acordo com dados divulgados pelo consórcio de veículos de comunicação. Esse tipo de média considera os dados dos últimos sete dias e evita distorções provocadas pelas variações diárias dos registros. Nas últimas 24 horas, foram registradas 138 novas mortes e 12.489 novos casos.

- Publicidade -

O consórcio de veículos de comunicação é formado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL e coleta dados junto às secretarias estaduais de saúde. Neste domingo, 26 Estados forneceram informações. A quantidade total de casos chegou a 5.860.590 e de mortes a 165.811.

Em números absolutos, São Paulo é o Estado com maior número de casos e mortes: 1.168.640 diagnósticos confirmados e 40.564 óbitos. Na sequência estão Minas Gerais (381,3 mil casos e 9,5 mil mortes), Bahia (374 mil casos e 7,9 mil mortes) e Rio de Janeiro (326,9 mil casos e 21,2 mil mortes).

Segundo dados do Ministério da Saúde, o País tem 5.303.114 recuperados da doença, enquanto outras 394.181 pessoas seguem em acompanhamento. Os dados da pasta apontam um total de 5.863.093 casos confirmados e 165.798 óbitos, 140 deles nas últimas 24 horas.

Os seis meios de comunicação do consórcio passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -

Com mais 94 mortes Santa Catarina e região de Balneário Camboriú seguem sem leitos de UTI

Apesar da morte de 44 catarinenses por falta de atendimento, o governador Carlos Moisés e os prefeitos continuam agindo de maneira irresponsável.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -