- Publicidade -
17.9 C
Balneário Camboriú

Fiuk revela no ‘BBB’ que tem TDAH: ‘sempre sofria muito bullying’

- publicidade -

Leia também

Vacinação contra Influenza inicia nesta terça para idosos 70+

A Secretaria da Saúde inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza para idosos,...

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas,...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua...

Psicóloga aborda “Maternidade ideal versus possível” em livro sobre Primeira Infância

A maternidade envolve uma série de aprendizados práticos como trocar fraldas, entender a pega correta da amamentação, aplicar técnicas...
- Publicidade -

Nesta terça-feira, 26, em conversa com Projota na casa do Big Brother Brasil, Fiuk revelou que sua infância não foi fácil, que ia mal na escola e sofria bullying. Quando foi diagnosticado com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), a informação o ajudou a lidar com as dificuldades. “Eu estudava, chegava em casa e minha mãe ficava passando coisas. Tinha as piores notas, era bizarro”, contou Fiuk. “Fui crescendo e quis saber o que era isso que eu tenho, fui ficando inquieto. Será que minha cabeça é limitada?”.

A dificuldade na escola não se limitava ao aprendizado. O ator também tinha problemas em se relacionar com os colegas. “Não era uma coisa positiva na escola, os moleques acabavam comigo. Eu não conseguia ser amigo de ninguém. As meninas sempre ficavam com dó, mas até a minha pré-adolescência foi brabo”, desabafou.

- Publicidade -

“Eu sempre tinha que me isolar, sentar no canto da sala. Moleque me dava tapa na cabeça, eu sempre sofria muito bullying”, lamentou Fiuk. Quando soube da sua condição, quis se informar. “Quando eu li, conheci o que era”.

O que é

Segundo informações da Associação Brasileira do Déficit de Atenção, o TDAH, também chamado de Distúrbio do Déficit de Atenção (DDA), é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e afeta até 5% das crianças. Os sintomas, que aparecem na infância e podem acompanhar o indivíduo por toda a sua vida, incluem desatenção, hiperatividade e impulsividade. O tratamento pode ser feito com uso de medicamentos e de psicoterapia.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,712FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,594SeguidoresSeguir
11,600InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Aulas e oficinas na Casa da Mulher e no Centro da Rua Itália retornam na segunda-feira

A partir de segunda-feira (10) iniciam as aulas de alongamento, fortalecimento muscular, pilates, fit dance, inglês, dentre outras oficinas, na Casa da Mulher, que...

Entrevista com Luciana Andréa de Jesus: “A natureza é sábia e normalmente a planta que você precisa nasce no seu entorno”

Luciana Andréa de Jesus, 51, catarinense de Blumenau, moradora de Balneário Camboriú há quase quatro décadas (1984), onde estudou Administração e Contábeis, mas não...

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa...
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
×

Olá, leitor

Sugestões de pautas, informações em geral.

×